Chefe da Red Bull vê Mercedes complacente após erros e punições na Itália e Rússia

No GP da Rússia, Lewis Hamilton tomou uma punição dupla após infração cometida antes da corrida. Na Itália, outra falha do time gerou tempo perdido para o britânico. Para Christian Horner, chefe da Red Bull, há uma explicação para esses erros da equipe rival

Na temporada 2020, a Mercedes cometeu dois erros que prejudicaram Lewis Hamilton em corridas diferentes. No GP da Itália, a equipe chamou o piloto para os boxes quando não era permitido, por conta do safety-car, e o líder do campeonato foi punido. Na Rússia, um treinamento de largada fora do lugar permitido, resultou em outras duas punições e a perda da liderança da prova. E o chefe da Red Bull já está de olho para conseguir superar o time adversário.

Para Christian Horner, estes momentos mostram que a rival não é infalível e que sua equipe pode se aproveitar dos erros para conseguir melhores resultados. Em Sóchi, Max Verstappen conseguiu um segundo lugar após a punição de Hamilton.

“É por isso que desesperadamente queremos um carro para desafiá-los, pois acho que temos um time forte na parte operacional. Nós demonstramos isso novamente com o pit-stop mais rápido da prova”, disse o dirigente. Na Rússia, a Red Bull fez paradas de 1s86 e 1s89 para Max Verstappen e Alexander Albon, respectivamente.

A festa de Max Verstappen pela segunda posição no GP da Rússia (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Nós só podemos focar internamente. Eles [a Mercedes] obviamente possuem alguns problemas e, quando você anda constantemente na frente, é mais fácil muitas vezes ser o time que desafia. Algumas vezes, a complacência fica visível quando você tem um período de domínio”, completou o austríaco.

No GP da Rússia, a Red Bull voltou a pontuar com os dois carros. Além do bom resultado de Max Verstappen, que subiu ao pódio, Alexander Albon ficou na décima colocação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube