Chefe da Ferrari corta questão sobre futuro de Bearman: “Hamilton nem chegou ainda”

Oliver Bearman deixou ótima impressão na Arábia Saudita, mas Frédéric Vasseur tratou de conter os ânimos ao ser questionado sobre o novato como possível sucessor de Lewis Hamilton na Ferrari

A ótima impressão deixada por Oliver Bearman no GP da Arábia Saudita levantou questões naturais sobre o futuro do jovem na Fórmula 1, mas a Ferrari tratou de acalmar o frenesi ainda em Jedá. E por mais que reconheça que o pupilo tenha ido muito bem, Frédéric Vasseur deixou claro que não vai falar sobre futuro, uma vez que nem Lewis Hamilton estreou na equipe ainda.

Bearman correu na Arábia Saudita no lugar de Carlos Sainz, diagnosticado com apendicite durante o final de semana. Aos 18 anos, o piloto da Fórmula 2 teve apenas um treino livre antes da classificação, mas ficou longe de grandes erros e cruzou a linha de chegada num sólido sétimo lugar.

Relacionadas


O resultado de Oliver foi muito celebrado pelos pilotos do grid, incluindo Hamilton, que recebeu o britânico ao final da prova com aplausos. Vasseur, então, foi questionado pela imprensa se a presença do heptacampeão em Maranello a partir de 2025 instigaria Bearman a querer seguir os passos do compatriota, mas o dirigente francês logo interrompeu.

“Não comecem a falar sobre pós-Lewis Hamilton, Lewis nem chegou na equipe ainda!”, bradou Vasseur, focando, em seguida, na performance apresentada por Oliver em Jedá.

Hamilton vai se mudar para a Ferrari em 2025 (Foto: Reprodução)

“É um bom sinal para Ollie, sem dúvida, um marco importante. Ele estará de volta à F2 em Melbourne e Ímola, e este será o desafio mais importante dele”, salientou.

“Em breve, ele iniciará as sessões de TL1 com a Haas, e isso também será importante para dar experiência e quilometragem no carro. Mas, com certeza, ele já tem esse resultado [em Jedá] na conta”, completou Vasseur.

O líder da equipe italiana ainda explicou por que foi Bearman, e não Antonio Giovinazzi ou Robert Shwartzman, o escolhido para substituir Sainz. Como ambos estão envolvidos com outras atividades com a Ferrari, foi o caminho natural acionar o piloto da Prema, que também é um dos reservas da escuderia do Cavallino Rampante.

“Tomei a decisão no inverno porque achei um pouco estúpido pedir que Antonio fizesse 22 ou 24 corridas paralelo ao programa nos hipercarros [no WEC]”, disse Vasseur. “O hipercarros é muito importante para nós, é um grande desafio, e não quis pedir a Antonio ou Shwartzman para viajarem conosco na semana seguinte ao Catar”, seguiu Vasseur.

“Foi por isso que decidimos que quando Ollie estiver conosco, ele será o reserva, e quando não estiver conosco, ele estará no simulador”, finalizou.

Fórmula 1 volta entre os dias 22 24 de março com o GP da Austrália, terceira etapa da temporada 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do fim de semana.

 Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
 Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.