Chefe da Mercedes evita comentar nomes para lugar de Hamilton: “Ainda não pensei”

Sem o veterano Lewis Hamilton a partir de 2025, a Mercedes inicia busca por um novo piloto para correr ao lado de George Russell, mas admite que sequer pensou qual caminho seguir para escolher

O mundo da Fórmula 1 ainda repercute a bombástica ida de Lewis Hamilton para a Ferrari a partir de 2025. Quem também vai ter muito trabalho pela frente é a Mercedes, que agora procura um segundo piloto para correr ao lado de George Russell a partir do próximo ano.

Sem o veterano Hamilton, a equipe de Brackley precisa identificar o que precisa dentre as opções possíveis para que volte a brigar por vitórias na F1. Toto Wolff, chefe da Mercedes, deu uma entrevista coletiva e abordou o assunto ao ser questionado.

“Ter o George [Russell] ali é ótimo para a equipe. Ele tem brigado de igual para igual com o Lewis nas últimas temporadas. Saber que tenho um piloto deste nível deixa nossa decisão muito mais confortável”, afirmou.

“Ainda não pensei muito em que direção vamos seguir, se será novato ou experiente, porque ainda não sabemos o que será melhor. Se você me contasse dias atrás que o Lewis iria para a Ferrari, não acreditaria em você. As coisas mudam rapidamente, contratos podem ser alterados, ninguém sabe o acontecerá no mercado de pilotos”, pontuou o dirigente.

Wolff vai começar a busca de um substituto para Hamilton em 2025 (Foto: Mercedes/Sebastian Kawka)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Wolff ainda comentou sobre Andrea Kimi Antonelli, promessa de 17 anos que conta com apoio da Mercedes. Em 2024, o italiano vai correr na Fórmula 2 depois de ter conquistado a FRECA no ano passado e ter dado um importante salto na carreira. O chefe, porém, disse que não pretende “especular o nome dele” e que o foco deve ser na atual categoria de base.

A Mercedes ainda conta com os nomes de Frederik Vesti, atual vice-campeão da F2, e de Mick Schumacher como pilotos de testes e que podem ser promovidos. Além disso, há uma grande lista de contratos da F1 que se encerram no final da atual temporada: Sergio Pérez, Carlos Sainz, Esteban Ocon, Fernando Alonso, Pierre Gasly, Alexander Albon, entre outros.

Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.