Horner promete “Red Bull para toda vida” a Latifi após acidente que definiu título da F1

Christian Horner brincou ao prometer carga vitalícia de Red Bull a Nicholas Latifi, que sofreu acidente a cinco voltas do fim do GP de Abu Dhabi. O safety-car em razão da batida ajudou Max Verstappen a vencer a prova e conquistar o título

F1 EM ABU DHABI: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO! | Briefing

A Red Bull saboreia uma conquista épica e que representou o fim de um jejum de oito anos. Mas a história do GP de Abu Dhabi do último domingo (12) seria diferente se não houvesse acontecido o safety-car quando restavam cinco voltas para o fim da prova. A bandeira amarela foi causada pela batida sofrida por Nicholas Latifi no guard-rail da curva 14 após disputa com Mick Schumacher. A entrada do SC fez a Red Bull chamar Max Verstappen para trocar os pneus duros pelos macios e partir para cima de Lewis Hamilton. O holandês partiu para a relargada na última volta, passou o rival, venceu a corrida e conquistou o título mundial de Fórmula 1.

Em êxtase pela conquista de Max, Christian Horner esbanjou bom humor ao falar sobre Latifi. “Ele vai receber uma carga de Red Bull para toda a vida, com certeza”, brincou o dirigente britânico.

Inesperado personagem-chave na definição do título, o canadense da Williams lamentou estar no centro das discussões depois do acidente que mudou a história da temporada. “Nunca foi minha intenção e só posso pedir desculpas por influenciar e criar uma oportunidade. Mas, novamente, eu cometi um erro”, afirmou o dono do carro #6.

LEIA TAMBÉM
+Opinião GP: Título de Verstappen tem mais sabor por derrotar Hamilton no auge técnico

RED BULL; FESTA; ABU DHABI; GP DE ABU DHABI;
A Red Bull festeja um título que não vinha desde 2013 (Foto: Clive Rose/Getty Images/Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Já o chefe da Red Bull, ao falar sobre o desfecho da temporada, entende que a sorte veio na hora certa depois de vários incidentes que poderiam ter ajudado Verstappen a ter sido campeão bem antes. Como o furo no pneu quando o holandês liderava no GP do Azerbaijão, o ‘strike’ causado por Valtteri Bottas na largada do GP da Hungria e o polêmico incidente com Hamilton na primeira volta do GP da Inglaterra.

“Precisávamos de um pouco de sorte. Sentimos que tivemos azar no começo do ano, em Silverstone e Budapeste, foi tudo contra a gente. Também no Azerbaijão, com Max tendo um pneu furado. Sentimos, finalmente, com aquela cartada final, que tivemos aquela sorte com o safety-car, e Max fez dar certo”, destacou.

Nicholas Latifi e o acidente que mudou a história da decisão do título da F1 2021 (Vídeo: DAZN)

Sobre a corrida em si em Yas Marina, Horner sabe que tem muito o que agradecer a Latifi, uma vez que entende que, em condições normais, a Red Bull não teria condição de alcançar o ritmo imposto pela Mercedes com Hamilton.

“Acho que a Mercedes teve um carro mais rápido que nós. Tivemos uma má largada, e Max se lançou na curva 6. Sentimos o jogo duro dos comissários por não termos recuperado a posição. Mas, depois daquilo, simplesmente não tivemos ritmo para seguir Lewis”, explicou.

Outro personagem que foi importante para ajudar Verstappen na sua cruzada rumo ao título foi o companheiro de equipe, Sergio Pérez, que executou o chamado ‘Plano B’ da Red Bull, seguiu na pista por mais tempo antes de fazer o pit-stop e segurou Hamilton ao travar batalha dura e leal com o heptacampeão do mundo.

“Checo Pérez fez um trabalho maravilhoso ao trazer Max de volta ao jogo, foi um companheiro de equipe brilhante. E então, no fim, com o safety-car, precisávamos de algo dos deuses do automobilismo, e conseguimos hoje”, comemorou.

No fim das contas, Horner concluiu ao lembrar que a conquista lograda por Verstappen não foi um reflexo somente da última corrida, mas sim de uma jornada bem-sucedida ao longo de todo o ano de 2021. “Acho que a questão é que não se trata somente de hoje, mas do ano todo, e acho que Max foi sensacional o ano inteiro. Ele guiou com o coração e o fez novamente hoje”, vibrou o chefe de uma Red Bull que volta a comemorar um título mundial na Fórmula 1.

LEIA TAMBÉM
Campeão, Verstappen consolida troca de guarda e fim da dinastia Hamilton na F1
Verstappen triunfa em rivalidade contra nêmesis de uma vida apenas aos 24 anos
Verstappen vence batalha árdua em primeiro título e sinaliza nova era na Fórmula 1
Red Bull enfim entrega carro vencedor e dá condição de título a Verstappen na F1

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar