Claire Williams lamenta e diz que saída de Dennis no comando da McLaren representa “o fim de uma era” na F1

Claire Williams, chefe da equipe que leva o nome de seu pai, lamentou a saída de Ron Dennis do comando da McLaren. Para a dirigente, a perda de Dennis no paddock da F1 representa o fim de uma era

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Chefe-adjunta da Williams, Claire Williams entende que a saída de Ron Dennis do comando da McLaren marca o fim de uma era na F1. O icônico chefe de equipe foi obrigado a deixar a presidência do grupo inglês, depois que os acionistas manifestaram desacordo com a maneira como o dirigente vinha administrando a empresa. Dennis ainda tem 25% de participação da companhia que ajudou a crescer, mas não terá mais nenhum envolvimento ativo no funcionamento da equipe ou da empresa.

 
Ao falar do afastamento do comandante britânico, Claire lamentou. "Para alguém que contribuiu tanto para este esporte, acho que é uma grande pena", afirmou a chefe em entrevista à revista 'Autosport'. "A Williams e a McLaren tiveram grandes disputas ao longo dos anos na F1, mas sempre houve um enorme entendimento entre Ron e Frank (Williams, pai de Claire)."
Claire Williams (Foto: Charles Coates/Williams)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"É um fim de uma era. Não sei os detalhes de como tudo aconteceu, os prós e contras, mas para a F1 perder alguém como Dennis, é realmente uma pena. Há todo um negócio sobre a nova geração de chefes de equipes, mas Ron ainda tem muito disso aqui, muito pulso", explicou a dirigente.

 
"Ele criou um negócio de milhões de dólares, que empresa 3.500 pessoas no ramo de automóveis rodoviários, tecnologia, além de uma das equipes mais bem-sucedidas da história da F1. Tudo isso está sob o comando de Ron. Não se pode tirar isso dele", acrescentou.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube