Com 2020 mediano, Ocon tem dica da Renault: “Precisa entrar numa espiral de sucesso”

Esteban Ocon tem a metade dos pontos conquistados por Daniel Ricciardo em 2020. Por isso, levou um toque da direção da Renault

Tudo bem: no GP de Portugal ele até fez boa prova, terminando em oitavo e à frente de Daniel Ricciardo. Mas, no geral, o 2020 de Esteban Ocon é mediano – e a Renault sabe disso, a ponto de começar a exigir evolução, pensando na próxima temporada.

Foi o que deixou claro Cyril Abiteboul, o chefe do time francês, ao ser questionado se “rumores de paddock” que indicavam que Ocon poderia deixar a Renault eram verdadeiros.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Cyril Abiteboul (Foto: Renault)

“Ele estará conosco no próximo ano e obviamente tem toda nossa confiança. Toda a minha confiança”, afastou os boatos, primeiramente, Abiteboul.

“Mas ele precisa conseguir evoluir e alcançar objetivos programados, até para entrar numa espiral de sucesso”, completou o dirigente.

Para 2021, Ocon terá como companheiro Fernando Alonso, de volta à casa pela qual conquistou dois títulos mundiais após duas temporadas de ausência da F1.

Esteban Ocon (Foto: Renault)

Não é a primeira vez, porém, que Abiteboul deixa claro que Ocon precisa mostrar mais. Na última semana, ele disse que o piloto tem sido impaciente e que, por isso, comete erros.

“Ele precisa ser muito pragmático sobre a situação, que não é um desastre. Francamente, se você tirar os pontos que ele perdeu por falta de confiabilidade, provavelmente ele estaria atrás de Daniel [Ricciardo] por pouco”, comentou.

Ocon vai para o GP da Emília-Romanha, no próximo final de semana, com 40 pontos, em 12° lugar no Mundial. Ricciardo está bastante acima, porém: é o quarto colocado, com o dobro de pontos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube