Com volta voadora, Hamilton enfia 0s7 em Bottas e lidera terceiro treino livre na Rússia

Depois da sexta-feira dominada por Valtteri Bottas, Lewis Hamilton superou o finlandês com volta arrasadora no treino livre deste sábado em Sóchi

A Mercedes continua imbatível neste fim de semana em Sóchi. Mas, na manhã deste sábado (26), foi Lewis Hamilton o dono da melhor volta. E foi uma grande volta. Com 1min33s279, o hexacampeão mundial superou seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, por larga margem, 0s776, e liderou o terceiro treino livre do GP da Rússia. O nórdico, na sua última tentativa de volta rápida, acabou sendo atrapalhado pelo tráfego e tirou o pé.

Lewis Hamilton foi o mais rápido desta manhã de sábado na Rússia (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Carlos Sainz, com a McLaren, foi muito bem nesta manhã e se colocou em terceiro lugar, 0s817 mais lento que Hamilton. E a Renault melhor posicionada no TL3, depois de Daniel Ricciardo ter ótimo desempenho na sexta-feira, foi Esteban Ocon, em quarto. Sergio Pérez, com a Racing Point, fechou a sessão em quinto.

Max Verstappen, que chegou a andar somente 0s017 atrás da liderança da sessão, quando esta era ocupada por Bottas, foi o sexto, enquanto Sebastian Vettel foi bem com a Ferrari e finalizou na sétima colocação. Lance Stroll, que se recuperou de uma tarde ruim de sexta-feira, foi o oitavo, seguido pela AlphaTauri de Daniil Kvyat e pela Renault de Ricciardo, que fechou em décimo.

A Fórmula 1 volta a acelerar logo mais, a partir de 9h (de Brasília), com a definição do grid de largada do GP da Rússia. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o terceiro treino livre do GP da Rússia de Fórmula 1

Com muito calor, 26,4ºC de temperatura ambiente e 38,6ºC no asfalto, a Fórmula 1 voltou a acelerar às 11h (horário local) deste sábado no Parque Olímpico de Sóchi.

Para o sábado, a McLaren manteve no carro de Lando Norris o novo bico testado na última sexta-feira (e também na sexta-feira do GP da Toscana), enquanto Carlos Sainz seguiu com a configuração habitual na dianteira do MCL35.

Lando Norris seguiu neste sábado com o novo bico da McLaren (Foto: McLaren)

E justamente os dois carros da McLaren puxaram a fila para a abertura dos trabalhos deste fim da manhã no balneário cravado às margens do Mar Negro. Norris abriu a tabela de tempos com 1min36s423 feito com pneus médios. Na sequência, vários carros deixaram os boxes para as primeiras voltas rápidas do dia.

Dentre os pilotos da Mercedes, Valtteri Bottas abriu primeiro sua volta rápida usando pneus macios. Na tentativa inicial, o piloto errou o ponto de tomada da curva 7 e perdeu muito tempo. Em seguida, Lewis Hamilton também foi para a pista.

F1; FÓRMULA 1; F1 2020; LEWIS HAMILTON; GP DA RÚSSIA; TL3;
Lewis Hamilton escapa durante tentativa de volta rápida no TL3 (Foto: Mercedes)

Daniel Ricciardo, com a Renault, chegou a marcar 1min35s672 para liderar a sessão, mas a marca foi facilmente superada pela Mercedes de Bottas. O nórdico virou 1min35s183, enquanto Hamilton perdeu tempo no terceiro setor e, na sua primeira volta rápida, vinha em terceiro lugar, 0s745 atrás do companheiro de equipe, que se queixava da baixa aderência da pista.

Uma das surpresas nos 20 primeiros minutos do treino era a presença de Kimi Räikkönen, no fim de semana do seu 322º GP, na terceira posição com a Alfa Romeo. Não durou muito tempo, na verdade, porque o ‘Homem de Gelo’ acabou sendo superado pouco depois.

Chamou também a atenção a ótima volta feita por Pierre Gasly, com a AlphaTauri, que chegou a subir para segundo com 0s641 atrás de Bottas, que havia cravado 1min34s289 para ampliar ainda mais sua vantagem. Esteban Ocon figurava em terceiro lugar com a Renault, com pneus médios, enquanto Romain Grosjean se desesperava com a falta de equilíbrio do carro da Haas. “Não posso fazer nada! Estou começando a ficar de saco cheio, batemos em quase toda curva”, disparou.

Pierre Gasly foi um dos bons nomes do terceiro treino na Rússia (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Em outra volta rápida, Hamilton subiu para segundo, mas ficou 0s210 distante do tempo estabelecido por Bottas. O top-5 tinha ainda Hamilton, Gasly, Ocon e Daniil Kvyat, com Charles Leclerc figurando em sexto com a Ferrari, 1s204 atrás de Valtteri. Gasly, aliás, foi mais um dentre os pilotos que rodaram na sessão, mas o francês conseguiu evitar a batida na barreira de proteção da curva 15.

O último dentre os pilotos a marcar tempo na sessão foi Max Verstappen. Apagado na sexta-feira de treinos, o holandês fez ótima volta para ficar só 0s017 atrás de Bottas e subir para a segunda posição, inclusive tendo a melhor marca no terceiro setor. Ocon, por sua vez, escorregava na saída da penúltima curva depois de uma volta rápida, sendo assim outra vítima da pista com pouca aderência.

Max Verstappen chegou a ficar apenas 0s017 atrás do tempo de Valtteri Bottas (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Nos minutos finais, as equipes dedicaram o tempo para as simulações derradeiras em ritmo de classificação. E Bottas, com a melhor parcial (roxa) nos três setores da pista, melhorou ainda mais sua marca e anotou 1min34s055, 0s251 mais rápido que Verstappen.

Em seguida, foi a vez de Hamilton tentar melhorar seu tempo. O hexacampeão chegou a ser mais lento que Bottas no primeiro setor, mas melhorou muito na segunda parte do circuito e deixou o finlandês para trás com enorme vantagem. Ao registrar 1min33s279, Lewis enfiou 0s776 sobre o companheiro de equipe, enquanto Verstappen ficava 1s027 para trás.

Valtteri chegou a abrir outra volta rápida, mas acabou sendo atrapalhado pelo tráfego à sua frente. O finlandês, portanto, ficou sem conseguir fazer uma última simulação antes da definição do grid de largada logo mais. Em contrapartida, Sebastian Vettel surpreendia com a Ferrari, chegando a se colocar na quarta posição, mas acabou sendo superado nos minutos finais.

Outro que se destacou foi Sainz, dono de boa performance na sexta, avançando para terceiro, sendo seguido pelo mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, que virou tempo 0s973 no fim da sessão para se colocar em quarto. Alexander Albon, com a segunda Red Bull, não conseguiu superar Vettel e ficou em sétimo, enquanto Verstappen, ao tentar uma nova volta rápida, também foi atrapalhado pelo tráfego e teve os planos frustrados.

Quem apareceu no fim com ritmo forte foi a Renault. Esteban Ocon pulou para quarto, 0s013 mais rápido que Pérez. Ricciardo, por sua vez, passou em décimo lugar, enquanto Albon teve o seu melhor tempo deletado por ter excedido os limites de pista na curva 2, caindo para penúltimo lugar, só atrás de Lando Norris.

Fórmula 1 2020, GP da Rússia, Parque Olímpico de Sóchi, treino livre 3:

1L HAMILTONMercedes1:33.279 16
2V BOTTASMercedes1:34.055+0.77619
3C SAINZ JRMcLaren Renault1:34.096+0.81717
4E OCONRenault1:34.239+0.96013
5S PÉREZRacing Point Mercedes1:34.252+0.97314
6M VERSTAPPENRed Bull Honda1:34.306+1.02711
7S VETTELFerrari1:34.594+1.31514
8L STROLLRacing Point Mercedes1:34.732+1.45313
9D KVYATAlphaTauri Honda1:34.768+1.48914
10D RICCIARDORenault1:34.787+1.50812
11P GASLYAlphaTauri Honda1:34.792+1.51312
12C LECLERCFerrari1:34.806+1.52714
13G RUSSELLWilliams Mercedes1:34.979+1.70016
14R GROSJEANHaas Ferrari1:35.257+1.97814
15N LATIFIWilliams Mercedes1:35.292+2.01314
16K MAGNUSSENHaas Ferrari1:35.451+2.17214
17A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:35.590+2.31115
18K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:35.599+2.32015
19A ALBONRed Bull Honda1:35.603+2.32414
20L NORRISMcLaren Renault1:35.981+2.70217
  Tempo 107%1:39.809+6.530 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube