Em Abu Dhabi, F1 se volta para futuro e parte para ‘Identidade Liberty’ com anúncio de novo logo após 24 anos

Desejo sempre indicado pelo Liberty Media, o novo logo da F1, que tende a capitanear a reformulação da identidade da categoria nos próximos anos, foi divulgado neste domingo (26). É a primeira mudança desde 1993

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A dúvida sobre o novo logo da F1 acabou neste domingo (26), na Marina de Yas, em Abu Dhabi, logo depois da vitória de Valtteri Bottas. Dentre as três opções colocadas à disposição, aquela selecionada foi um modelo mais limpo, em preto e vermelho e que sequer havia sido cogitada. É a primeira mudança de logo pela qual a F1 passa desde 1993.

 
O Liberty Media sempre deixou claro desde que confirmou que assumiria o controle do campeonato, ainda no segundo semestre do ano passado, que tinha planos para reorganizar a identidade da maior das categorias do automobilismo mundial. Agora, conclui uma enorme parte da nova 'Identidade Liberty'.
 
Diretor-comercial da F1, Sean Bratches afirmou aos jornalistas em Abu Dhabi que a mudança na imagem da F1 era realmente importante e necessária diante da nossa gestão da categoria. O executivo ainda disse que o objetivo é internacionalizar a marca e fortalecer a popularidade do principal campeonato de monopostos do mundial. E foi mais longe. Para Bratches, a ideia é tornar a F1 sinônimo de entretenimento, além da competição.
Eis o novo logo da F1 (Foto: Reprodução)
"Gostaríamos de fazer isso em março, como um grande relançamento da marca, quando vamos apresentar um novo gráfico para a televisão e uma nova plataforma digital. Mas essa é a F1 e temos de fazer isso hoje, ao fim da temporada, para mostrar aos nossos promotores, sócios e patrocinadores", explicou Sean.
 
"Nós respeitamos muito a marca atual e posso dizer que serviu muito bem à F1 na última década. Agora queremos um desenho mais claro e simples. Queremos desenvolver e expandir a marca, reposicionando a F1 como não só um sinônimo de competição, mas também de mídia e entretenimento. E essa marca representa esse espírito", emendou.

"Temos um logo incrivelmente icônico atualmente, mas, olhando para o futuro, pensamos em ter um distintivo e, por isso, decidimos criar uma identidade para a F1", afirmou Ellie Norman, diretora de marketing do Mundial. "Isso é resultado de uma pesquisa que fizemos com os fãs do mundo todo. O novo design é a inspiração do que aprendemos com os fãs deste esporte", completou.

 
"Os torcedores queremos voltar às corridas. É uma inspiração também nos carros que cruzam a linha de chegada. É algo incrivelmente simples e ousado, aplicado ao mercado que temos hoje", acrescentou.

O antigo F preto com 1 em branco e uma marca vermelha ao lado foi apresentado 24 anos atrás exatamente por Bernie Ecclestone, antigo chefão da categoria.

A F1 retoma seus trabalhos agora somente em março do ano que vem, com o GP da Austrália, no circuito de Melbourne.

“CHORAVA COMO UM BEBÊ”

FÉLIX DA COSTA REVELA TRISTEZA APÓS PERDER CHANCE NA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube