Em clima de fim de feira, Rosberg lidera com tranquilidade terceiro treino morno em Abu Dhabi

Diante de um cenário muito distinto do que os pilotos vão ter de lidar na classificação e na corrida, o terceiro treino livre em Yas Marina foi extremamente morno e sem muita ação na pista. Quanto à tabela de tempos, Nico Rosberg nem fez muita força para se colocar na frente do último treino livre da temporada 2015 da F1

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Entra treino, sai treino, e o cenário principal não muda: a Mercedes mais uma vez dominou os trabalhos de pista em Abu Dhabi. No último sábado (28) da temporada 2015 do Mundial de F1, os carros prateados de Lewis Hamilton e Nico Rosberg comandaram a sessão tanto com os pneus macios como também com os supermacios. Em um treino muito morno e no qual as equipes optaram por não buscar todo o potencial em razão das características climáticas e do asfalto serem muito distintas em relação ao que os pilotos vão enfrentar na classificação e na corrida, houve pouca movimentação. Mas nas posições de ponta, deu a lógica, com Rosberg na liderança do terceiro treino livre, e Hamilton em segundo lugar.

Sebastian Vettel conseguiu colocar a Ferrari em terceiro, só atrás dos carros da Mercedes. Mais uma vez, Sergio Pérez mostrou um grande trabalho e colocou a Force India num relevante quarto lugar, à frente de Kimi Räikkönen e Daniel Ricciardo. Nico Hülkenberg, sempre batido pelo mexicano em Yas Marina, fechou em sétimo, seguido pela dupla da Williams, com Felipe Massa à frente de Valtteri Bottas. Carlos Sainz, desta vez sem problemas, completou o rol dos dez primeiros, três posições à frente de Felipe Nasr, que teve uma tarde um pouco mais positiva depois de uma sexta-feira difícil.

Nico Rosberg liderou o terceiro treino livre do GP de Abu Dhabi (Foto: Getty Images)

Saiba como foi o terceiro treino livre do GP de Abu Dhabi de F1

A última sessão de treinos livres antes do treino classificatório em Yas Marina começou bastante agitada e cheia de carros na pista. E coube a Felipe Nasr correr atrás do prejuízo depois de uma sexta-feira difícil e abrir os trabalhos em Abu Dhabi ao ser o primeiro piloto a marcar volta cronometrada no começo da tarde deste sábado ao anotar 1min46s061, seguido pelos jovens Roberto Merhi e Will Stevens, a dupla da Manor Marussia.

As equipes de ponta seguiram por mais tempo nos boxes. Fato é que, como as condições climáticas e do asfalto na tarde desta sexta-feira foram muito distintas em relação aos que os pilotos vão ter pela frente na classificação e na corrida amanhã, as equipes minimizaram a importância do terceiro treino. Muitos times, como a Force India, tinham em sua programação testes com peças para o carro de 2016.

Segura a Toro Rosso, Max Verstappen (Foto: Reprodução)

Enquanto Ferrari e Mercedes continuavam nos boxes, as outras equipes buscavam coletar o maior número possível de informações com seus carros. Enquanto Nasr dava sequência a um stint de voltas rápidas e abaixava seu tempo para 1min45s836, Pérez, que brilhou na sexta-feira ao terminar em terceiro lugar, assumia a liderança com 1min44s306. O fim de semana de Abu Dhabi tem sido especial para a Force India, que chega ao seu GP 150 na F1. 

Felipe Massa, que completava suas primeiras voltas neste sábado, se colocou logo atrás de Pérez, exatos 0s069 distante do tempo do mexicano. Carlos Sainz, com a Toro Rosso, se colocava provisoriamente em terceiro. O espanhol buscava o maior número possível de quilometragem depois de enfrentar um enésimo problema na temporada na última sexta-feira.

Sainz chegou a ocupar momentaneamente a liderança do treino ao bater Pérez por meros 0s006. Mas aí a Ferrari deu o ar da sua graça na pista com Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen. O tetracampeão se colocou na frente, mas, em seguida, foi a vez de o finlandês anotar 1min43s214 e se colocar na ponta do treino e enfiar 0s929 de vantagem para o companheiro de equipe. Mesmo com uma volta bem razoável, Kimi se queixava de vibrações na parte traseira do seu carro.

Sem fazer força, Hamilton logo se colocou na liderança do treino desta tarde (Foto: Reprodução)

Depois do primeiro quarto do treino, a Mercedes finalmente ganhou a pista com seus dois carros. Não levaria muito tempo para que desse a lógica e Nico Rosberg e Lewis Hamilton se colocassem entre os primeiros colocados, ainda que o time alemão se mostrasse com um programa um pouco distinto. Depois de algumas voltas sem forçar tanto o ritmo, Lewis se colocou na liderança do treino com 1min43s078, enquanto Rosberg apontava em terceiro.

O fato é que as equipes estavam mesmo se poupando no treino da tarde, bastante morno e com pouca ação relevante de pista. Assim, os tempos não refletiam exatamente a realidade: Hamilton estava 0s136 à frente de Kimi Räikkönen, mas sabidamente a vantagem da Mercedes para a Ferrari é muito maior. Massa aparecia em oitavo lugar, cinco posições à frente do compatriota Nasr. Enquanto isso, Daniil Kvyat sequer havia marcado volta rápida.

Fim de semana especial para a Force India, que chega ao seu GP 150 em Abu Dhabi (Foto: Force India)

No fim da sessão, Hamilton e Rosberg deixaram os boxes usando pneus supermacios, no que foi seguido por alguns pilotos ao longo da sessão. Seria natural que os tempos caíssem um pouco, mas nada mmuito surpreendente e movimentado em termos de sessão, que continuava muito sonolenta, com poucos carros na pista. 

Em sua primeira tentativa com pneus supermacios, Rosberg melhorou em 1s1 sua volta e subiu para primeiro ao anotar 1min42s196, 0s8 à frente de Hamilton. O tricampeão do mundo também estava em volta rápida, mas cometeu um pequeno erro depois de fazer a melhor parcial no primeiro setor.

Na sequência, Rosberg melhorou ainda mais sua marca e praticamente se garantiu como líder do treino da tarde em Abu Dhabi. Com grande volta, o alemão cravou 1min41s856 e abriu vantagem para Hamilton em Yas Marina. Lewis também melhorou, mas não o suficiente para passar Rosberg, ficando a 0s281 do rival e companheiro de equipe. E aí, com as colocações já praticamente estabelecidas entre os carros da Mercedes, os outros pilotos do grid buscavam tempos competitivos com os supermacios, gerando muitas trocas de posição nos minutos finais.

Aí Pérez conseguiu se colocar em um muito bom quarto lugar com a Force India, entre as Ferrari de Vettel e Räikkönen. Massa acabou confirmando o oitavo lugar, cinco posições à frente de Nasr.

F1, GP de Abu Dhabi, Yas Marina, treino livre 3:

1 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:41.856   19
2 44 LEWIS HAMILTON ALE MERCEDES 1:42.137 +0.281 19
3 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI 1:42.185 +0.329 19
4 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES 1:42.448 +0.592 17
5 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:42.627 +0.771 17
6 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:42.726 +0.870 14
7 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:42.859 +1.003 17
8 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:43.173 +1.317 23
9 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES 1:43.239 +1.383 18
10 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:43.429 +1.573 21
11 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA 1:43.508 +1.652 14
12 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS MERCEDES 1:43.680 +1.824 17
13 36 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI 1:43.718 +1.862 23
14 33 MAX VERSTAPPEN HOL TORO ROSSO RENAULT 1:43.826 +1.970 18
15 8 ROMAIN GROSJEAN FRA LOTUS MERCEDES 1:43.928 +2.072 20
16 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA 1:44.014 +2.158 12
17 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI 1:44.325 +2.469 20
18 28 WILL STEVENS ING MANOR MARUSSIA FERRARI 1:47.283 +5.427 15
19 98 ROBERTO MERHI ESP MANOR MARUSSIA FERRARI 1:47.520 +5.664 16
20 26 DANIIL KVYAT RUS RED BULL RENAULT     2
    TEMPO 107% TL3   1:48.986 +7.130  
               
RECORDE LEWIS HAMILTON ING McLAREN MERCEDES 1:38.434 12/11/2011  
MELHOR VOLTA SEBASTIAN VETTEL ALE RED BULL RENAULT 1:40.279 01/11/2009  
               
    Condições do tempo   SOL ar: 27ºC | pista: 31-33ºC  

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

O nome é Ron Dennis, mas pode chamar de Chato de Galocha que ele atende com…

Posted by Grande Prêmio on Sexta, 27 de novembro de 2015

PADDOCK GP EDIÇÃO #8: ASSISTA JÁ

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube