Ocon agradece ‘Drive to Survive’ por vaga na Renault: “Aparecer me ajudou”

Esteban Ocon foi personagem central de episódios da série da Netflix nas duas temporadas, e crê que isso colaborou em sua volta ao grid da Fórmula 1

Um dos ‘aquecimentos’ para a temporada da Fórmula 1, já há duas temporadas, é o lançamento de ‘Drive to Survive’, a série produzida pela Netflix que mostra dos bastidores da categoria. Os fãs relembram histórias do ano anterior antes do início de um novo campeonato, enquanto outros são atraídos pela curiosidade. Além disso, há uma questão: o programa pode ter garantido até emprego para Esteban Ocon.

Quem tem essa teoria é o próprio piloto francês. Em entrevista ao jornal francês La Depeche, Ocon não cravou, mas assumiu que a exposição em ‘Drive to Survive’ tem relação com sua contratação pela Renault, hoje Alpine, para a temporada 2020.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

‘Drive to Survive’ estreou na Netflix em 2019 (Foto: Reprodução/Netflix)

Ocon esteve no grid até 2018, pela então Force India, ano das primeiras gravações da série. Em 2019, porém, foi relegado a reserva da Mercedes, voltando à F1 na temporada passada pela equipe que é sua compatriota.

“As filmagens começaram quando eu estava ativo no papel de reserva da Mercedes. A Netflix, então, acabou por me colocar nos holofotes. Não quero sugerir que fui contratado pela Renault só por causa da Netflix, mas aparecer ajudou”, comentou o francês.

Ocon ainda indicou que deu sorte, já que ‘Drive to Survive’ só foi possível com a entrada do Liberty Media na F1: “No passado era tudo secreto, não era permitido filmar no paddock. Agora até a Netflix está por lá capturando tudo das pistas.”

“Esse interesse extra no esporte faz com que isso valha a pena”, completou Ocon, já em relação aos novos fãs conquistados pela série da plataforma.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

O piloto foi personagem da série nas duas temporadas. Na que estreou em março de 2019, o episódio seis, ‘Tudo ou Nada’, traz as reações do piloto à compra da Force India por Lawrence Stroll, o que indicava a ida de Lance, filho do então novo dono, para a equipe, algo concretizado; já na segunda temporada, o episódio oito, ‘Dança das Cadeiras’, mostra a contratação do piloto pela Renault.

A terceira temporada de ‘Drive to Survive’ está confirmada e já foi gravada durante o último ano, mas ainda não tem data de lançamento. A expectativa é de que vá ao ar antes do início do 2021 da F1, em 28 de março.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube