Fórmula 1 adiciona segundo ponto de abertura da asa móvel para GP de Portugal

Circuito de Portimão ganha uma novidade para 2021: Uma zona extra de uso da asa móvel, agora entre as curvas quatro e cinco

Volta rápida na pista de Miami, que recebe a F1 em 2022 (Vídeo: Miami)

Às vésperas do GP de Portugal, marcado para o próximo fim de semana, a Fórmula 1 anunciou uma novidade para as atividades em Portimão: a adição de uma segunda zona de acionamento do DRS, a asa móvel, localizada entre as curvas quatro e cinco do traçado português.

A nova zona de acionamento da asa móvel terá seu ponto de detecção – quando o piloto precisar estar a menos de 1s de distância para ter uso liberado – 35 m antes da subida à esquerda, enquanto o ponto de ativação será colocado 180 m após a saída da curva quatro.

Em contrapartida, a zona original de DRS, localizada na reta principal do circuito, sofrerá uma redução de tamanho considerável, começando 120 m à frente do ponto determinado para o ano passado – com 120m a menos, portanto.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lewis Hamilton, o novo recordista de vitórias na Fórmula 1 (Foto: Beto Issa)

Por 25 anos fora do calendário oficial, o GP de Portugal voltou aos holofotes como circuito substituto no ano passado, por conta de diversos cancelamentos causados pela pandemia de Covid-19. Agora a pista sedia um evento da Fórmula 1 pelo segundo ano consecutivo, consolidando-se como praça da F1 numa dobradinha ibérica, com o GP da Espanha na semana seguinte.

Em 2020, além do retorno celebrado à categoria, Portimão entrou de forma definitiva na história da Fórmula 1, servindo de palco para a histórica 92ª vitória de Lewis Hamilton, que, com o triunfo, superou Michael Schumacher e se isolou como o piloto que mais vezes subiu ao lugar mais alto do pódio na Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar