F1 projeta corrida de classificação sem pódio para “manter celebração máxima no domingo”

Enquanto a Fórmula 1 ainda busca definir os detalhes que faltam para aprovar a corrida de classificação em algumas etapas de 2021, Stefano Domenicali, chefão da categoria, já antecipa que não deve fazer pódios para não roubar o protagonismo das provas do domingo

O projeto da corrida de classificação em três etapas de 2021 segue ganhando força e até nome: superclassificação. No entanto, alguns detalhes ainda precisam ser decididos nos próximos dias para que o modelo seja aprovado pela Fórmula 1 e pelas equipes. Por enquanto, apenas alguns pontos já sendo projetados, entre eles, não realizar pódios, já que isso daria um peso para a prova que só a etapa, no domingo, deveria ter.

Stefano Domenicali, novo chefão da F1, explicou que o modelo ainda está sendo formatado e que o prazo para a conclusão é o início do campeonato, no final do mês, no Bahrein.

“Estamos ainda definindo o sistema das corridas de classificação e vamos apresentá-lo antes do GP do Bahrein”, disse ao site norte-americano Motorsport.com.

Pódio deve ficar apenas no domingo (Foto: McLaren)

O italiano praticamente descartou realizar a cerimônia de premiação no sábado, ainda que a corrida de classificação tenha vencedor e até pontos para o campeonato. É que, para Domenicali, não faria sentido e poderia tirar o protagonismo da corrida de verdade, a do domingo.

“Nós precisamos ter certeza que exista uma diferença entre a celebração icônica da corrida de domingo, da tarde de domingo, que isso é um momento separado de outros. A celebração máxima tem de seguir na tarde de domingo e não no sábado”, completou.

A ideia da F1 é que as corridas de classificação distribuam pontos aos oito primeiros, em um sistema que ainda não foi definido por completo. Seriam 100 km de distância, representando um terço da distância normal de um GP da categoria. Já a ordem de chegada da corrida sprint serviria como base para a largada da principal. Ou seja, sem uso de grid invertido, sugestão que nunca teve o apoio das grandes equipes.

Ainda sem ter sido aprovada a proposta vai ganhando corpo e até a Ferrari, que costumeiramente vota contra novidades importantes na F1, já vê como uma “ideia promissora”.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre os lançamentos dos carros da F1 2021

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube