Alonso completa 324 largadas, supera Barrichello e vira 2º piloto com mais GPs na F1

Fernando Alonso chegou à marca de 324 largadas na Fórmula 1. Agora, o espanhol é o segundo colocado no quesito, atrás de Kimi Räikkönen

Assista aos melhores momentos do GP da Bélgica deste domingo (Vìdeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)
▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O caótico não-GP da Bélgica, realizado no último domingo (29), sob chuva torrencial, trouxe uma série de fatos históricos para a Fórmula 1. Entre eles, a mudança no ‘pódio’ dos pilotos que mais vezes largaram na categoria. Após a prova, Fernando Alonso saltou para o segundo lugar do ranking com 324 largadas, deixando Rubens Barrichello na terceira posição da lista liderada por Kimi Räikkönen, que conta com 342 provas no currículo.

Os pilotos que mais disputaram corridas na Fórmula 1 são, pela ordem: Kimi Räikkönen, com 342; Fernando Alonso, com 324; Rubens Barrichello, com 323; Michael Schumacher, com 307; Jenson Button, com 306. Lewis Hamilton, o sexto na lista, soma 278 largadas no Mundial de Fórmula 1.

Passada a caótica não-corrida, Alonso criticou fortemente a Fórmula 1 por ter insistido na realização da prova, mesmo com as condições climáticas impossibilitando a visão dos pilotos na pista. O bicampeão ainda se mostrou chocado com a categoria, que, após encerrar a prova com duas voltas sob safety-car, decidiu premiar os dez primeiros com metade dos pontos tradicionais.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Fernando Alonso terminou o GP da Bélgica na 11ª posição (Foto: Alpine)

“A única coisa que não concordo é com o fato de darmos duas voltas e receber os pontos, já que não corremos. Muitos de nós não tiveram a chance de pontuar. Fiquei em 11º, não tive nenhuma volta sob luz verde para tentar pontuar. Saímos sem ponto, foi chocante. Mas foi a decisão da categoria”, afirmou Alonso.

Fernando Alonso não foi o único a esbravejar contra a decisão. Seu compatriota Carlos Sainz, décimo colocado na corrida, também não entendeu o motivo de dar pontos aos pilotos em uma corrida que não existiu. Além do piloto da Ferrari, Helmut Marko, consultor da Red Bull, afirmou que não se orgulha da vitória conquistada por Max Verstappen.

Ainda com os números em mente, Daniel Ricciardo chegou a marca de 200 corridas pela categoria, tornando-se o 20º piloto que mais vezes disputou GPs na Fórmula 1. Além da marca especial, Ricciardo terminou a corrida em quarto, na melhor posição de chegada desde que estreou pela McLaren.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar