Alonso recorda Baku e dita receita para Alpine: “Aproveitar momentos como este”

Após conquistar o sexto lugar nas ruas da capital azeri, Fernando Alonso segue recordando os momentos vividos em Baku e prega que a Alpine não desperdice oportunidades de pontuar no campeonato

Acidente do líder, erro do campeão e vitória de Pérez: os melhores momentos do GP do Azerbaijão (GRANDE PRÊMIO

Após conquistar o sexto lugar no GP do Azerbaijão, melhor resultado em seu retorno à Fórmula 1 até o momento, Fernando Alonso parece manter na retina os momentos vividos nas ruas da capital azeri. Beneficiado por uma estratégia “tudo ou nada” da Alpine, o espanhol também se aproveitou da relargada, decretada após o forte acidente de Max Verstappen nas voltas finais, para escalar o grid, fazer três ultrapassagens e finalizar a prova na sexta posição.

Em entrevista ao site espanhol Car and Driver, Alonso lembrou o momento da relargada e a primeira volta do reinício da prova, quando conseguiu saltar da décima para a sexta posição e garantiu seu melhor resultado pela Alpine. Além de reconhecer que a estratégia adotada pela equipe francesa o beneficiou, Alonso reiterou que a equipe francesa deve sempre se aproveitar de imprevistos como os de Baku para pontuar no Mundial.

Fernando Alonso se aproveitou das reviravoltas do GP do Azerbaijão para terminar a prova na sexta posição (Foto: Alpine)

“Foi muito divertido. Já revi várias vezes a gravação da câmera onboard. Tivemos sorte que a bandeira vermelha produziu emoção, tivemos uma oportunidade e aproveitamos. Temos que aproveitar momentos como este durante a temporada”, disse.

“Nossa escolha de pneus depois da bandeira vermelha foi inteligente e tivemos aderência desde a primeira volta na relargada, então fomos capazes de tentar algumas coisas na curva 1. Ultrapassar na curva 5 não é um ponto comum para se tentar algo, mas nós arriscamos”, lembrou o bicampeão mundial de Fórmula 1.

De volta à categoria após um hiato de dois anos, Alonso vai voltar a pilotar em Paul Ricard, sede do GP da França, sétima etapa do Mundial. O espanhol guiou no circuito localizado em Le Castellet apenas uma vez, em 2018.

Em que pese sua experiência no automobilismo, Alonso assumiu que não é tão familiarizado com o traçado e aproveitou para projetar um fim de semana diferente das últimas duas etapas realizadas em circuitos de rua, em Mônaco e Baku, respectivamente.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Tive bons resultados na Fórmula 1 e em outras categorias neste país, mas Paul Ricard é uma pista que, sinceramente, não conheço tão bem, só corri aqui uma vez pela Fórmula 1. A pista voltou ao calendário com alguns ajustes finos para melhorar as corridas, então vamos começar a analisá-la ao longo do fim de semana”

“Existem algumas áreas de escape no circuito, o que significa que ao cometer qualquer erro é menos provável  ser punido pelo muro. Será muito diferente do que vivemos em Mônaco e em Baku, espero que possamos protagonizar um bom show para os fãs”, concluiu.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar