Steiner quebra silêncio e diz que demissão da Haas “doeu por não poder dizer adeus”

Guenther Steiner, ex-chefe da Haas, afirmou que soube da demissão entre o natal e o ano novo a partir de um telefonema de Gene Haas, dono da equipe

Depois de ser anunciado oficialmente, na última quarta-feira (10), que não seguiria como chefe da Haas na Fórmula 1 em 2024, Guenther Steiner quebrou o silêncio e falou sobre o processo de demissão. De acordo com o ex-chefe, Gene Haas, dono da equipe, informou sobre a mudança nas operações através de um telefonema que aconteceu entre o natal e o ano novo. Embora entenda o motivo da decisão, o italiano lamentou não poder se despedir dos funcionários e agradecer pelos serviços prestados.

Steiner esteve no comando da Haas desde que a equipe estreou na F1 em 2016. Porém, depois de algumas temporadas complicadas, principalmente em 2021 e 2023, em que foi a lanterna no Mundial de Construtores, Gene se viu obrigado a fazer alterações por se sentir “envergonhado” com o desempenho. Guenther contou que a notícia da demissão o pegou de surpresa.

Relacionadas


“Foi um telefonema, ele [Gene] me ligou e disse que não queria renovar o contrato que terminava no final do ano. É sempre uma surpresa, mas no final ele é o dono da equipe e pode fazer o que quiser. A decisão é dele”, disse o ex-chefe.

“No momento, só quero relaxar um pouco. Foram anos difíceis e tenho muitas coisas para fazer. Também é bom ficar com a família, minha filha tem 14 anos e preciso de mais tempo com ela. Tentar administrar isso parece ser mais difícil do que comandar uma equipe de F1, então farei isso por alguns meses”, contou Steiner.

A Haas foi a lanterna no Mundial de Construtores em 2023 (Foto: Haas F1 Team)

Embora entenda a posição decisão de Gene, Guenther ficou magoado por não poder se despedir dos outros funcionários da forma adequada.

“Não tive a oportunidade de agradecer a algumas pessoas quando deixei a Haas. Gostaria de agradecer a todos os membros da equipe de quem não pude me despedir de forma adequada quando saí. Doeu não poder dizer adeus, mas todos eles me conhecem e sabem que agradeço o que fizeram. Seria bom dizer ‘pessoal, obrigado pelo que fizeram pela equipe'”, contou Steiner.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.