Hamilton ignora aguaceiro em Suzuka e comanda segundo treino livre esvaziado do GP do Japão

Lewis Hamilton foi o mais veloz no segundo treino livre em Suzuka. Mas a sessão encurtada também viu pouca ação devido à chuva forte que atingiu a pista japonesa e espantou os pilotos. Felipe Massa ainda registrou tempo e terminou a atividade em quarto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O segundo treino livre da F1 em Suzuka foi marcado por uma chuva forte, que adiou o início e depois espantou os pilotos da pista. Quando a intempérie deu uma trégua – não que tenha cessado, mas apenas diminuiu –, alguns poucos pilotos tiveram a coragem de ganhar o asfalto. E entre eles estava Lewis Hamilton. Apesar do aguaceiro que tomou conta do traçado japonês, o tricampeão não desperdiçou a chance de testar pneus e acerto no molhado, e ainda recompensou os torcedores nas arquibancadas com uma tocada bonita debaixo de chuva. Por isso, foi dele o melhor tempo na sessão que fechou as atividades do Mundial nesta sexta-feira (6).

Na verdade, apenas cinco carros registraram tempos nos 45 minutos do treino encurtado, embora muita gente tenha ido à pista apenas para voltas de instalação. Atrás de Hamilton, surgiram as duas Force India, com Esteban Ocon à frente de Sergio Pérez. O francês ficou a quase 0s8 da marca do líder do campeonato. A Williams também se fez presente na tabela, com Felipe Massa em quarto e Lance Stroll em quinto.
 
A primeira sessão do dia teve pista seca na maior parte do tempo e, nestas condições, Sebastian Vettel acabou sendo o mais veloz. O alemão bateu o tricampeão da Mercedes por 0s211, ficando com o primeiro tempo do dia.
Lewis Hamilton (Foto: AFP)

Confira como foi o segundo treino livre do GP do Japão de F1

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A chuva que atingiu a pista de Suzuka na parte final do primeiro treino livre, ainda manhã de sexta-feira (6) no Japão, ganhou força durante as horas seguintes e encharcou o traçado, a ponto de a direção de prova decidir adiar “indefinidamente” o início da segunda sessão. Mas aí a precipitação deu uma trégua e, depois de ao menos três inspeções do safety-car, a chefia da F1 decidiu liberar a pista com 45 minutos de atraso. 

 
Assim, a luz verde no fim do pit-lane autorizou o iniciou das ações às 14h45 (locais), 2h45 (de Brasília). Só que ninguém se atreveu a sair nestes primeiros minutos. Na verdade, os pilotos optaram por esperar um pouco mais por uma melhora das condições. E quem teve a primazia de abrir os trabalhos foi Kimi Räikkönen. 
 
Devidamente calçado com os compostos para traçado muito molhado – os de risca azul -, o finlandês percorreu apenas uma volta de instalação. E logo retornou aos boxes. Ao mesmo tempo, Nico Hülkenberg deixava as garagens da Renault. O alemão também optou pelos pneus de ranhura mais acentuada. Assim como o nórdico, Nico também deu apenas um giro de verificação.
Até barquinho deu para fazer em Suzuka (Foto: McLaren)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

E foi neste momento que a chuva apertou em Suzuka. Ainda assim, Marcus Ericsson e Sebastian Vettel também decidiram dar uma voltinha, mas seguiram o protocolo dos colegas e logo retornaram aos pits, dado o aguaceiro que ainda insistia em se fazer presente.

 
Mas nada disso assustou Esteban Ocon e Sergio Pérez. Valentes, os dois pilotos da Force India foram os primeiros a registrar tempo nesta sessão. E Ocon se colocou na frente com 1min49s518. A marca foi 1s8 melhor do que o tempo do colega de equipe. 
 
Neste momento também, Lewis Hamilton deixou os boxes da Mercedes e foi à pista. O inglês completou volta cronometrada e acabou tirando os meninos da Force India da ponta da tabela ao virar 1min48s719 – 0s799 mais veloz que o gaulês. E acompanhando a tocada dos três, ficou evidente as péssimas condições do traçado, que seguia muito encharcado, com trechos de aquaplagem.
 
Minutos mais tarde, a Williams mandou seus dois pilotos ao trabalho. Felipe Massa veio em um traçado mais cauteloso, enquanto Lance Stroll acabou vítima da água e passou reto na primeira curva, atravessando a área de brita e escapando por pouco de uma batida na barreira de proteção. Ainda assim, a dupla foi capaz de registrar tempo: o brasileiro virou 1min52s156, enquanto o canadense completou o giro em mais de 2min. 
Fernando Alonso também deu uma voltinha no fim (Foto: AFP)

Depois disso, Hamilton e Fernando Alonso ainda foram à pista uma vez mais. Mas nada mudou. O tricampeão ficou mesmo com o melhor tempo da sessão, que acabou esvaziada pela forte chuva. 

A F1 agora volta neste sábado (7) para mais um treino livre e a classificação. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 no Japão AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.

F1 2017, GP do Japão, segundo treino livre, final:

1   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:48.719   4
2   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:49.518 +0.799 3
3   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:51.345 +2.626 3
4   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes 1:52.146 +3.427 3
5   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:52.343 +3.624 4
6   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari      
7   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari      
8   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari      
9   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari      
10   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda      
11   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda      
12   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes      
13   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer      
14   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer      
15   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault      
16   30 Jolyon PALMER ING Renault      
17   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari      
18   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari      
19   55 Carlos SAINZ JR ESP Toro Rosso Renault      
20   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Renault      
          Tempo 107% 1:56.329 +7.610  
                 
Recorde Michael SCHUMACHER ALE Ferrari 1:28.954 07/10/2006  
Melhor volta Kimi RÄIKKÖNEN FIN McLaren Mercedes 1:31.540 09/10/2005  

#GALERIA(7205)
HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube