Todt defende necessidade de aprimoramento da FIA e assume: “Não somos perfeitos”

Presidente da entidade, francês considerou que a FIA precisa ser perfeccionista e atuar no mesmo nível de carros e pilotos para que os campeonatos sejam um sucesso

F1 2021 ACABA: FIA ASSUME CULPA. HAMILTON NÃO VAI À FESTA | WGP

De saída do comando da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt reconheceu que a entidade não é perfeita. O francês defendeu a necessidade de aprimoramento e considerou que o órgão gestor precisa ser perfeccionista como pilotos e equipes para garantir o sucesso dos campeonatos.

No início da semana, a FIA anunciou uma revisão dos acontecimentos do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1, quando a direção de prova foi alvo de muitas criticas pela maneira como aplicou o regulamento durante a intervenção do safety-car.

LEIA TAMBÉM
Mercedes encerra protesto e parabeniza Verstappen, mas pressiona FIA por clareza
Mercedes diz que “interpretação freestyle” da regra fez Hamilton “alvo fácil” em Abu Dhabi
Mercedes evita fadiga inútil nos tribunais e acumula poder na F1 com vantagem sobre FIA
# Presidente da FIA vê F1 “muito permissiva” com críticas: “Ninguém é perseguido”

A ultrapassagem do título de Verstappen (Foto: Reprodução/TSN)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Em Yas Marina, Lewis Hamilton dominou a corrida quase que de ponta a ponta, mas, com cinco voltas para o fim, viu Nicholas Latifi estampar o muro e mudar os rumos do campeonato. A Red Bull reagiu rápido e chamou Max Verstappen aos boxes para um novo conjunto de pneus macios. O britânico, porém, seguiu na pista, com os calçados duro que tinha usado na maior parte da prova.

Depois de anunciar que os retardatários não poderiam ultrapassar, Michael Masi, diretor de prova, mudou de ideia e permitiu que os pilotos que estavam entre Hamilton e Verstappen ultrapassassem. Logo depois, o dirigente reiniciou a disputa, sem que o carro de segurança completasse mais uma volta, o que resultou em um ‘mano a mano’ entre Lewis e Max.

Com pneus desgastados, Hamilton não teve como segurar o rival, que venceu a corrida e o campeonato. A Mercedes protestou contra a execução do regulamento e também pelo fato de Verstappen ter ultrapassado brevemente Hamilton durante a intervenção do carro de segurança, mas teve os dois pedidos rejeitados.

A escuderia de Brackley ameaçou levar o caso a instâncias superiores, mas na quinta-feira anunciou que vai abandonar os protestos, mesmo confiante de que tem um caso sólido em mãos. Ainda assim, a equipe manteve a pressão na FIA por uma atuação mais profissional dos comissários.

Falando à imprensa durante a festa de premiação da entidade, Todt admitiu que a FIA tem de buscar o mesmo perfeccionismo de pilotos e equipes para garantir o sucesso dos campeonatos.

“Somos perfeitos? Não, não somos perfeitos”, reconheceu Todt. “E, alias, foi por isso que eu sugeri uma revisão completa para vermos o que precisa ser melhorado em face do que aconteceu. Mas não só para esta corrida, mas em relação ao que aconteceu ao longo do ano”, defendeu.

“Devemos descartar que podemos melhorar? Não. Precisamos ser perfeccionistas e, de certa forma, a F1 é o resultado da perfeição”, apontou. “Um grande piloto não é o bastante. Um grande carro não é o bastante. Então tudo tem de ser combinado para ser um sucesso”, reconheceu.

VERSTAPPEN JÁ ESTÁ NO TOP-5 DOS MELHORES DO SÉCULO NA F1?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar