Button admite surpresa com ida de Hamilton para Ferrari: “Ele é durão”

Jenson Button aplaudiu Lewis Hamilton pela opção ousada de trocar a Mercedes pela Ferrari a partir de 2025. Campeão mundial de 2009 afirma que esperava aposentadoria do heptacampeão

Companheiro de Lewis Hamilton na McLaren entre 2010 e 2012, Jenson Button admitiu surpresa com a opção do heptacampeão mundial em deixar a Mercedes ao fim de 2024 para correr pela Ferrari. A notícia surgiu na última quinta-feira e caiu como uma bomba no mundo do automobilismo, já que o piloto de 39 anos está no time de Brackley desde 2013, por onde conquistou seis títulos.

Button, que se aposentou da Fórmula 1 em 2017 e atualmente é piloto da equipe JOTA no Mundial de Endurance, admitiu a surpresa pelo movimento de Hamilton e aplaudiu o heptacampeão mundial por uma troca ousada neste estágio da carreira.

“Surpreso? Sim. É algo muito grande fazer essa mudança na sua carreira quando esteve em um time por tanto tempo. De repente, pular para a equipe de outro. É duro. Então, palmas a Lewis, ele é durão. É claro que 12 anos na Mercedes é o maior período que qualquer um passou na F1. Então, passar tanto tempo em uma equipe e alcançar o que alcançaram, talvez ele queria algo diferente, apimentar um pouco”, declarou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Lewis Hamilton e Jenson Button foram companheiros de equipe de 2010 a 2012 (Foto: Reprodução)

Jenson, que foi campeão mundial de Fórmula 1 em 2009, também afirmou que, neste estágio da carreira, é mais provável que pilotos da idade de Hamilton se aposentem. E ele também está curioso para saber como será a temporada do piloto, que corre mais um ano na Mercedes já tendo o destino de 2025 confirmado.

“Sempre chegamos a um ponto da carreira onde é algo tipo: ‘quer saber? Fiz o que poderia’ e você escolhe aposentar. E ele foi para outro lado e pensou: ‘quer saber? Sinto que preciso mudar, vou para a Ferrari’. Mal posso esperar para ver como ele será lá. O estranho é que foi uma decisão antecipada. É um ano antes dele entrar. Como será na Mercedes?”, concluiu.

Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.