Hamilton convoca público do GP da Bélgica e oferece presente para compensar não-corrida

Como forma de compensação por não-corrida do GP da Bélgica, Lewis Hamilton planeja um "presente exclusivo" aos fãs que estiveram presentes em Spa-Francorchamps

Vettel precisou ser bombeiro durante o TL1 e se irritou com os problemas (Vídeo: Reprodução/F1 TV)

Depois da não-corrida do GP da Bélgica, Lewis Hamilton expressou sua indignação perante a decisão da FIA (Federação Internacional do Automobilismo). Definindo a 12ª etapa como uma “farsa”, o heptacampeão afirmou que, no mínimo, o público merecia ser reembolsado pelo valor pago nos ingressos. E, como uma forma de prestigiar àqueles que ficaram no frio e chuva no último domingo em Spa-Francorchamps, o piloto da Mercedes compartilhou um post em seu perfil nas redes sociais com a promessa de um “presente exclusivo” para os fãs.

“A todos os fãs que compareceram à corrida em Spa, Lewis está preparando uma coisa especial para vocês. Mandem o comprovante de compra dos ingressos e nós enviaremos um e-mail a você”, diz o comunicado compartilhado por Hamilton.

Dias depois do não-GP, Lewis sugeriu até mesmo realizar uma corrida gratuita na Bélgica, no final da temporada. Seria uma outra forma de compensar as mais de 70 mil pessoas presentes ao evento.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Lewis Hamilton criticou muito as decisões da Fórmula 1 e quer compensar fãs (Foto: Mercedes)

Por isso, depois de muitas críticas, o próprio chefão da F1, Stefano Domenicali, disse que vai se reunir com a organização do evento também para encontrar uma forma de prestar suporte aos fãs que estiveram presentes no evento.

“No fim da contas, o organizador, juntamente conosco, irá considerar dar máxima atenção aos fãs, sem dúvidas”, disse o executivo italiano.

A ação do CEO da categoria agradou Toto Wolff, chefe de equipe da Mercedes: “Stefano e o promotor [do GP da Bélgica] estão analisando essa situação”, declarou o dirigente austríaco em entrevista à emissora britânica Sky Sports antes da sessão de treinos livres do GP da Holanda, realizados nesta sexta-feira (3).

“Estamos todos no mesmo barco. Se custar a Stefano, custará a todas as equipes, então estaríamos participando indiretamente de qualquer maneira. Mas acho que isso pode ser resolvido entre o detentor dos direitos comerciais [Liberty Media] e o promotor. Não fazemos parte disto”, concluiu.

A Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado em Zandvoort para um dia bastante cheio. Às 7h (de Brasília, GMT-3), o circuito será palco do treino livre 3, enquanto a classificação acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar