Mercedes compartilha reservas Vandoorne e De Vries com McLaren, mas quer Hülkenberg

A Mercedes vai compartilhar os reservas Stoffel Vandoorne e Nyck de Vries com a McLaren nesta temporada. Entretanto, levando em conta o compromisso dos pilotos com a equipe anglo-alemã na Fórmula E, Toto Wolff não descartou contar com a experiência de Nico Hülkenberg

Red Bull na frente e Mercedes com problemas: como foi o primeiro dia de pré-temporada da F1 (Vídeo: GP Notícias)

No ano passado, o papel de piloto reserva ganhou uma importância real na Fórmula 1 em razão da pandemia. Três pilotos, Sergio Pérez, Lance Stroll e Lewis Hamilton, testaram positivo para Covid-19 ao longo da temporada passada e desfalcaram suas respectivas equipes, Racing Point e Mercedes, em determinadas corridas. A McLaren não tem um reserva oficial e compartilhou com a Mercedes Stoffel Vandoorne, que correu pela equipe de Woking em 2017 e 2018 como titular. Para 2021, a McLaren vai fazer o mesmo e vai contar com os mesmos suplentes da Mercedes: além de Vandoorne, Nyck de Vires.

E assim como Vandoorne, De Vries também conhece bastante a McLaren porque esteve vinculado por muito tempo à equipe de Woking como membro do programa de desenvolvimento de jovens pilotos. Atualmente, De Vries é piloto da Mercedes na Fórmula E, está na sua segunda temporada na categoria dos carros elétricos e até já venceu corrida, o eP de Diriyah 1, em fevereiro.

Vandoorne chegou a surgir como possibilidade para a Mercedes quando Lewis Hamilton desfalcou a equipe heptacampeã no fim de semana do GP de Sakhir. Entretanto, para frustração do belga, Toto Wolff optou por promover George Russell ao posto de suplente do recordista de vitórias da Fórmula 1.

Stoffel Vandoorne e Nyck de Vries são reservas da Mercedes na F1, mas vão estar à disposição também da McLaren (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre os lançamentos dos carros da F1 2021

Andreas Seidl, chefe da McLaren, confirmou a parceria com a Mercedes, nova fornecedora de motores da equipe de Woking a partir de 2021. “Vamos voltar a ter um acordo com Toto, com a Mercedes, para usar os pilotos reserva em caso de emergência. Estamos felizes com isso”.

Em entrevista veiculada pela revista britânica Autosport, Wolff revelou que a Mercedes deseja contar também com Nico Hülkenberg como reserva. O alemão fez três finais de semana de corrida no ano passado na Racing Point: dois em substituição a Pérez — GPs da Inglaterra e dos 70 anos — e um no lugar de Stroll, no GP de Eifel.

O dirigente austríaco entende que, em razão dos compromissos de Vandoorne e De Vries na Fórmula E, é importante contar com um piloto que esteja plenamente envolvido com a Fórmula 1. Hülkenberg não tem calendário definido para a temporada.

“Nico conhece a atual geração de carros da Fórmula 1 e os pneus. E seria bom tê-lo como solução, talvez para compartilhar com outras equipes, uma vez que ele é muito respeitado. Seria bom, mas ainda não está definido, ainda não colocamos a caneta no papel”, explicou Wolff.

No ano passado, no entanto, Hülkenberg afirmou que não tem interesse em estar na Fórmula 1 apenas na condição de piloto reserva. “Não tenho interesse”, disse em agosto de 2020. Recentemente, o alemão afirmou que quer se manter no radar das equipes. Tudo por uma vaga em 2022.

O GRANDE PRÊMIO traz uma cobertura pra lá de especial dos ensaios da Fórmula 1 em Sakhir. Acompanhe toda a transmissão dos testes de pré-temporada AO VIVO e em TEMPO REAL.

E, ao fim de cada um dos dias de teste, às 13h (de Brasília), vai ao ar o BRIEFING, programa AO VIVO na GP TV, o canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube, com Victor Martins, Evelyn Guimarães e Pedro Henrique Marum presentes à mesa virtual com o debate completo sobre a pré-temporada da F1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube