Mercedes na frente e Red Bull com problemas: veja como foram os treinos da F1 em Ímola

Valtteri Bottas puxou o 1-2 da Mercedes nesta sexta-feira (16), em Ímola, pista que recebe o GP da Emília-Romanha. Max Verstappen enfrentou problemas com a Red Bull e sequer pode treinar

Os melhores momentos dos treinos livres da F1 em Ímola (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A Mercedes deu as cartas nesta sexta-feira (16) de treinos livres do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1. No TL2, Valtteri Bottas voltou a ocupar o posto de mais rápido da tabela de tempos ao registrar, com pneus médios, 1min15s551. O finlandês foi 0s010 mais rápido que seu companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, que fez sua melhor marca com compostos macios.

Mas quem roubou a cena e brilhou nesta tarde foi Pierre Gasly. Com o carro da AlphaTauri, equipe que corre em casa neste fim de semana, o francês, também com pneus macios, ficou a apenas 0s078 do tempo de Bottas e fechou o top-3 do segundo treino livre.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A segunda sessão do dia ainda foi marcada pela quebra da Red Bull. Max Verstappen, que ficou muito próximo dos tempos da rival alemã durante a manhã, acabou tendo de abandonar as atividades por conta de uma falha no RB16B. O holandês não pode voltar mais à pista.

Fórmula 1 volta à pista neste sábado com o treino livre 3, também com duração de 60 minutos, a partir de 6h (de Brasília), enquanto a definição do grid de largada, a classificação, acontece às 9h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

LEIA TAMBÉM
+F1 TV Pro libera 7 dias de teste gratuito. Saiba como aproveitar na Emília-Romanha

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube