Previsão de calor durante GP da Áustria anima Red Bull e preocupa Mercedes

A temperatura em Spielberg deve beirar os 30ºC. Em princípio de verão na Europa, Red Bull vê como oportunidade e a Mercedes teme que a nova pintura preta provoque retenção demasiada

217 dias depois, a Fórmula 1 vai voltar a correr neste domingo (5). E o GP da Áustria, prova que tardiamente abre a temporada 2020, vai ser disputada com pista seca e muito sol. Segundo o site especializado ‘Accuweather’, a temperatura ambiente no horário da corrida, que vai ter largada a partir de 15h10 locais (10h10 de Brasília), vai girar em torno dos 27ºC, mas com 31ºC de sensação térmica. Não há possibilidade de chuva nas próximas horas.

A velocidade dos ventos no horário da largada vai ser relativamente baixa, com apenas 7 km/h, enquanto a umidade relativa do ar fica entre 37 e 39%.

E é justamente o calor o ponto que anima a Red Bull para tentar vencer pela terceira vez consecutiva com Max Verstappen em casa. O holandês, dentre os dez primeiros pilotos do grid, é o único que vai largar com pneus médios, o que se traduz em uma estratégia diferente para logo mais.

Christian Horner, chefe da equipe taurina, acredita que o calor pode ser a grande chance para que Verstappen posse a ser um concorrente direto pela vitória.

A Mercedes teme que o forte calor possa prejudicar a performance do W11, dotado de pintura preta para 2020 (Foto: AFP)

“As temperaturas vão subir amanhã, portanto esperamos ter a oportunidade de lutar contra a Mercedes, da mesma forma como fizemos no ano passado. Toda a equipe está muito ansiosa por voltar a correr, e não há lugar melhor para começar do que a nossa pista de casa. Vamos ver o que vai acontecer, mas estamos bem ansiosos”, disse o dirigente britânico.

Em contrapartida, quem poderia imaginar que a nova e histórica pintura preta dos carros da Mercedes poderia se traduzir em preocupação para Toto Wolff?

Em 2018, a equipe hexacampeã do mundo vivenciou um fato raro: Lewis Hamilton e Valtteri Bottas abandonaram o GP da Áustria daquele ano por conta de problemas no carro. A prova naquela temporada também foi disputada debaixo de muito calor, e Wolff disse que a corrida “expôs a maior vulnerabilidade” do carro da época, o W09.

Para a temporada deste ano, a Mercedes trabalhou em uma área específica para garantir uma melhor refrigeração dos seus carros. Entretanto, com a mudança da cor prata para a pintura preta em 2020, o chefe da equipe não sabe qual impacto vai ter em termos de performance.

“É uma boa questão porque, no fim das contas, a mensagem e o marketing são importantes, mas se a performance estiver sendo prejudicada, obviamente não é legal. Fizemos alguns cálculos para amanhã, quando esperamos que a temperatura deve estar em 30ºC, e vamos ver se as nossas simulações com o carro prateado vão ser diferentes na pista com o carro preto. É um ponto um pouco desconhecido para nós”, explicou.

Valtteri Bottas vai largar na pole-position, alcançando o feito pela terceira vez na Áustria, depois de ter superado Lewis Hamilton por somente 0s012 no último sábado. E Max Verstappen vai abrir a segunda fila, tendo ao seu lado o surpreendente Lando Norris, que bateu a Red Bull de Alexander Albon para partir da quarta colocação.

O GRANDE PRÊMIO acompanha em tempo real o GP da Áustria de Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube