Realista, Räikkönen reconhece que Ferrari terá “muito trabalho” para alcançar Mercedes: “Temos coisas para melhorar”

Nas oito primeiras corridas da temporada 2016, a Ferrari ficou longe da vitória. Em contrapartida, a Mercedes triunfou em todas, menos no GP da Espanha, quando Max Verstappen, da Red Bull, figurou no topo do pódio. Na visão de Kimi Räikkönen, a escuderia de Maranello terá de remar contra a maré para igualar forças com o time bicampeão do mundo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Ferrari ainda vai ter de lutar muito para chegar ao mesmo patamar da Mercedes e brigar de igual para igual pelo topo da F1. Quem diz é o piloto mais velho do grid: Kimi Räikkönen. Aos 36 anos, o ‘Homem de Gelo’ foi realista ao reconhecer que a escuderia bicampeã do mundo está um degrau acima do time de Maranello e seguiu o mesmo discurso do chefe, Maurizio Arrivabene, ao admitir que há muita coisa para melhorar.
 
“Temos muito trabalho a fazer para nos colocarmos como um desafio para a Mercedes a cada corrida, em qualquer condição, não importa para qual circuito vamos. Isso varia muito dependendo do lugar, do layout da pista e das condições”, comentou o finlandês em entrevista coletiva concedida logo após a disputa do GP da Europa.
Kimi Räikkönen sabe que a Ferrari terá muito trabalho pela frente para lutar com a Mercedes na F1 (Foto: Ferrari)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“Para estarmos mais confortáveis e desafiá-los, temos coisas para melhorar. Se você analisar o resultado das duas últimas corridas, diria que estávamos mais próximos no Canadá do que em Baku, mas isso muda com os circuitos e as condições”, declarou Kimi, que fez uma avaliação breve sobre o desempenho da Ferrari no Azerbaijão, no último domingo.
 
“Não foi um fim de semana fácil para nós. Sofremos com muitas coisas, mas, no fim das contas, conseguimos dar a volta por cima”, admitiu.
 
Satisfeita com o trabalho desempenhado por Sebastian Vettel e Räikkönen, Maurizio Arrivabene entende que a Ferrari deve aos seus pilotos um carro melhor.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Especialmente observando o ritmo da Mercedes em relação ao nosso, acho que hoje nós fizemos um trabalho muito bom, mas nós precisamos entregar aos nossos pilotos um carro melhor, já que foram eles que fizeram o melhor para estarmos muito fortes, precisamos entregar a eles um carro melhor”, salientou o piloto.

 
“O ritmo de corrida foi bom, foi melhor, nós estivemos trabalhando durante todo o fim de semana e foi melhor. Não é o bastante ainda, e essa é minha única preocupação porque se eu tiver de falar dos pilotos, o que eu vi foi espetacular, e o carro ainda precisa ser melhorado”, complementou o comandante da Ferrari em Baku.
PADDOCK GP #33 ANALISA GP DO CANADÁ E FAZ PRÉVIA DO GP DA EUROPA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube