Red Bull descarta preocupação com motor Mercedes em Jedá: “Vencer é o objetivo”

Helmut Marko não viu velocidade de reta da Mercedes superior à Red Bull no Catar, e confia em imprevisibilidade de 2021 por vitória na Arábia Saudita

F1 NO CATAR: HAMILTON VENCE, VERSTAPPEN 2°, ALONSO NO PÓDIO | Briefing

Helmut Marko, conselheiro da Red Bull, afirmou que será vital para a equipe austríaca vencer o GP da Arábia Saudita, próxima etapa do calendário da Fórmula 1. Com duas derrotas seguidas para a Mercedes, em Brasil e Catar, a diferença entre Max Verstappen e Lewis Hamilton caiu para 8 pontos, restando apenas duas corridas para o encerramento da temporada 2021. No entanto, o Circuito de Jedá é descrito como a pista de rua mais rápida da história da categoria, com longas retas de alta velocidade — que tendem a ser melhor aproveitadas pela força da unidade de potência alemã.

“A Arábia Saudita é vista como favorável à Mercedes, mas com qual frequência essas previsões de confirmaram este ano? Temos que ganhar lá”, sentenciou Marko. “O que ouvi de Hermann Tilke, o designer da pista, é que as curvas são rápidas, mas não são absolutamente retas. Vai depender muito do desgaste dos pneus, como vimos no Catar”, explicou.

Toto Wolff, chefe da Mercedes, já adiantou que a equipe terá seu motor ‘apimentado’ de Interlagos na Arábia, com o qual Lewis Hamilton acumulou 25 ultrapassagens no final de semana do GP de São Paulo: 15 no sábado, durante a corrida sprint, e outras dez no domingo, para garantir o lugar mais alto do pódio. Marko, no entanto, está reticente de que a velocidade do time alemão se repita em Jedá.

“A Mercedes já não é mais superior na velocidade máxima”, disse. “Acredito que seja porque mudaram uma parte da asa [traseira]”, supôs.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; GP DO CATAR;
A luta entre Hamilton e Verstappen pelo título da F1 em 2021 segue imprevisível (Foto: Reprodução/Twitter)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Apesar de Max Verstappen ter marcado o tempo mais rápido no primeiro treino livre realizado no Catar, mostrando que se adaptou facilmente à pista, a Mercedes dominou o final de semana a partir de então. Valtteri Bottas marcou os melhores tempos dos dois treinos seguintes, e Lewis Hamilton anotou pole-position e vitória. Faltou apenas a volta mais rápida, que a Red Bull conseguiu alcançar trocando os pneus do holandês a poucas voltas do fim.

Marko reconheceu que o desempenho da equipe ficou abaixo do que vinha sendo demonstrado nas últimas corridas, mesmo com a derrota no Brasil. O austríaco viu um bom início para os taurinos em Losail, mas o carro acabou ficando fora das condições ideais conforme os dias passaram. A Mercedes, por outro lado, progrediu.

“Começamos bem, mas não conseguimos encontrar o equilíbrio correto. Com Hamilton, foi exatamente oposto”, afirmou Marko, antes de ressaltar a importância de vencer a corrida de Jedá. “[Vencer] É nosso objetivo na Arábia Saudita. É uma pista nova para todo mundo, mas não viajamos com medo para as corridas no Oriente Médio”, encerrou.

O GP da Arábia Saudita está marcado para o primeiro final de semana de dezembro, entre os dias 3 e 5, no Circuito de Jedá, que começou a ser construído ainda em abril desse ano e ainda não tem suas obras completamente concluídas.

O resumo com os melhores momentos do GP do Catar de F1 (Vídeo: F1)

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar