Ricciardo abre caminho para Norris em Ímola, mas afirma: ‘Engoli meu orgulho’

O australiano atendeu ao pedido da McLaren e deixou o companheiro passar. Enquanto Norris terminou em terceiro lugar e alcançou seu segundo pódio na carreira, Ricciardo ficou em sexto

Verstappen vence e Hamilton se recupera: assista ao resumo do GP da Emília-Romanha

Daniel Ricciardo já é um velho conhecido da Fórmula 1 – com 31 anos, o piloto corre nas pistas desde 2011, ano de sua estreia. Por isso, não é todo dia que sua equipe pede para abrir caminho ao seu parceiro e ele aceita de bom grado, mas foi o que aconteceu no GP de Emília-Romanha, em Ímola, no último domingo (18). O australiano atendeu ao pedido da McLaren e abriu caminho para Lando Norris fazer a ultrapassagem na volta 18. Após a corrida, Ricciardo expôs seu descontentamento com a ordem dada.

“Ali foi certamente onde eu tive que engolir meu orgulho”, disse Ricciardo, à Sky Sports F1. “No entanto, a equipe foi justa; eles me deram tempo para tentar mostrar meu ritmo”.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Como foi o GP da Emília-Romanha de Fórmula 1

O jovem Lando Norris surpreendeu na corrida. Ele, que largou na terceira posição, lutou bravamente para garantir seu lugar no top-3. E assim foi feito: mesmo com Max Verstappen e Lewis Hamilton cravando a primeira e segunda posições, respectivamente, Norris manteve seu terceiro lugar mesmo com a pressão impressionante de duas Ferraris em seu encalço; já Ricciardo foi o sexto e, mesmo com seu orgulho afetado, o dono do carro #3 não deixou de elogiar o parceiro de equipe.

“Acho que o positivo é que Lando teve um fim de semana forte no pódio, então acho melhor isso do que ele em 12º lugar. Há pontos positivos”, afirmou.

DANIEL RICCIARDO; MCLAREN; GP DO BAHREIN;
Daniel Ricciardo ficou na sexta colocação no GP de Emília-Romanha, em Ímola (Foto: McLaren)

A pista foi atingida por uma chuva forte poucos minutos antes da corrida e muitos pilotos tiveram dificuldades – alguns até mesmo derraparam no caminho do grid. Ricciardo sente que a corrida foi para sobreviver enquanto a pista ainda estava molhada.  

LEIA MAIS
+ Chefe critica Russell após erro em Ímola: “Mais perto da Copa Renault Clio do que Mercedes
+ Bottas diz que Russell “perdeu controle” e causou acidente em Ímola: “Erro claro dele”

“Foi certamente um desafio”, disse o australiano. “Provavelmente a parte mais desafiadora foi a volta ao grid. Não podíamos realmente ver quanto havia chovido naquele primeiro setor”, explicou.

“Podíamos ver nas telas que havia água, muita. Então isso foi “ok, vamos apenas sobreviver”, finalizou.

A próxima etapa da F1 na temporada 2021 acontece dentro de duas semanas, em 2 de maio. A categoria vai para Portimão, casa do GP de Portugal.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar