Pérez pede “cinco corridas” para tirar máximo de performance de carro da Red Bull

Sergio Pérez reforçou a enorme confiança no novo RB16B, mas salientou que será necessário algum tempo de adaptação, ao carro e aos procedimentos da Red Bull, para tirar o máximo de potencial em 2021

Recém-chegado à Red Bull para a temporada 2021 da Fórmula 1, o mexicano Sergio Pérez completou seu primeiro trabalho com a nova equipe e foi um dos grandes destaques dos trabalhos no último fim de semana no circuito de Sakhir, no Bahrein. ‘Checo’ foi o mais rápido ao longo dos três dias de testes considerando os tempos aferidos no período da manhã, quando a pista se mostrou em condições de temperatura distintas em relação ao período de tarde e noite, quando Max Verstappen registrou o melhor tempo no domingo e fechou os ensaios no circuito barenita na frente.

Em que pese ter mostrado uma rápida adaptação ao estilo de pilotagem do novo RB16B, Pérez disse que ainda precisa de algum tempo para conseguir tirar o máximo de performance do carro taurino. “É difícil dizer um número, mas digo umas cinco corridas. Levando em conta que teremos diferentes corridas e condições, e aí vou conseguir compreender melhor o carro e a equipe. Então, cinco corridas é o apropriado a dizer, me parece bom”, declarou o piloto de 31 anos.

Seguindo as contas do mexicano, dono de uma vitória (no circuito do anel externo de Sakhir, no último ano, com a Racing Point) e dez pódios na categoria, vai ser possível esperar o máximo da sua performance com a Red Bull após o GP de Mônaco, prova marcada para 23 de maio.

Red Bull vitoriosa e Mercedes lanterna na quilometragem: os números dos testes da Fórmula 1

Sergio Pérez e a Red Bull impressionaram (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre o terceiro dia de pré-temporada da F1

O mexicano, que chegou a líderar a manhã do último dia de testes da pré-temporada, com o tempo de 1min30s187 (oitavo melhor tempo no combinado dos testes de pré-temporada), aproveitou também para comentar as diferenças entre o novo carro e o bólido da Racing Point, antigo nome da Aston Martin, equipe da qual fez parte entre 2014 e 2020.

“O jeito que você guia cada carro é bem diferente, então você tem que se adaptar a um carro diferente, com um estilo diferente. Mas, no fim das contas, eu também tenho a dizer que esse carro tem um ótimo potencial. Creio que, assim que eu conseguir extrair o máximo dele, estaremos em uma ótima posição.”, concluiu o piloto.

Terminadas as sessões de teste para Pérez e o restante da categoria, a Fórmula 1 retorna entre os dias 26 e 28 com a primeira etapa do mundial, que acontece no mesmo palco da pré-temporada, o GP de Sahkir, no Bahrein.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube