Verstappen cita vantagem e diminui pódio de Albon no Bahrein: “Não é muito bom”

O holandês considerou que o companheiro de Red Bull só conseguiu um pódio no tumultuado GP do Bahrein de domingo (29) por conta de um revés de Sergio Pérez

Max Verstappen não está lá muito preocupado em apoiar Alex Albon. O holandês tratou de minimizar o pódio conquistado pelo tailandês no GP do Bahrein de domingo (29), apenas o segundo do piloto de 24 anos ― antes, um terceiro lugar no GP da Toscana, em Mugello.

O fim de semana em Sakhir começou tumultuado para Albon. Na sexta-feira, o anglo-tailandês teve uma batida forte no TL2 e acabou com o carro bastante danificado, a ponto de a Red Bull decidir trocar o chassi do bólido. Apesar do revés, Alex conquistou no sábado o quarto posto no grid.

Alexander Albon celebra o segundo pódio da carreira. (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Na corrida, Albon ficou distante dos muitos incidentes que marcaram a disputa, mas andou atrás de Pérez, que ocupou o terceiro lugar ao longo de quase todo o GP do Bahrein. Na antepenúltima volta, porém, o motor Mercedes da Racing Point quebrou, o que resultou no terceiro lugar do piloto da Red Bull.

Questionado pela emissora Ziggo Sport sobre o pódio de Albon no Bahrein, Verstappen respondeu: “Se você está 30 ou 40s atrás do seu companheiro de equipe, isso não é muito bom, é?”.

“Posso falar honestamente? É uma pena por Checo, porque ele teve uma corrida muito forte, mas, claro, é bom para Alex estar no pódio”, comentou.

Chefe da Red Bull, Christian Horner também reconheceu que Albon se beneficiou do revés de Pérez, mas celebrou a reação do tailandês.

“Alex se beneficiou com o que aconteceu com Pérez, mas acho que a recuperação dele do acidente de sexta-feira foi forte”, opinou. “Não vamos tomar nenhuma decisão em relação aos contratos até o fim de temporada, mas queremos que Alex seja bem sucedido e daremos a ele todas as chances”, assegurou.

“Dias como o de hoje vão ajudá-lo”, considerou.

LEIA TAMBÉM
OPINIÃO GP: F1 e Grosjean têm muito a agradecer: a Bianchi e à existência do halo
Grosjean bate em acidente gravíssimo, renasce das chamas e sai de ambulância no Bahrein
Haas informa que Grosjean tem queimaduras leves e suspeita de fratura nas costelas
Grato por saúde de Grosjean, Hamilton lembra que riscos da F1 “não são brincadeira”

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube