Vettel irreconhecível e erro horroroso de Sainz: faces do chato GP da Rússia de F1

Eduardo Benvenuti, o BRKsEDU, analisa os destaques, para o bem ou para o mal, de uma corrida sem muitos atrativos no Parque Olímpico de Sóchi no último domingo (27)

Como já era esperado, o GP da Rússia de Fórmula 1 do último domingo (27) não foi dos melhores. As corridas em Sóchi tendem a ser mais chatas que a média. Ainda assim, tenho alguns destaques, positivos ou negativos.

– Erro horroroso de Carlos Sainz no início da prova. Difícil acreditar que um piloto do nível dele fez uma bobagem tão grande. Tenho a impressão de que o espanhol se afobou ao tentar passar pela área de escape o mais rápido possível — o que foi era obrigado a fazer por ultrapassar os limites da curva 2;

F1; FÓRMULA 1; CARLOS SAINZ; GP DA RÚSSIA;
Barbeiragem tirou Sainz do GP da Rússia na primeira volta (Foto: F1/Twitter)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lewis Hamilton recebeu duas punições de acréscimo de 5s por ter, por duas vezes, praticado largada fora da área designada para isso na volta de saída dos boxes antes da corrida. A Mercedes admitiu a culpa, eximindo Hamilton do erro. No fim das contas, isso possivelmente custou a vitória do hexacampeão;

Max Verstappen, como de costume, teve um desempenho fantástico. E eu e muita gente esperávamos mais de Alex Albon após seu primeiro pódio, mas o anglo-tailandês não conseguiu chegar nem na frente da AlphaTauri, equipe B da Red Bull;

Sergio Pérez alcançou em Sóchi seu melhor resultado do ano (Foto: Racing Point)

Sergio Pérez fez um ótimo trabalho com a Racing Point e, de novo, ficou perto de conquistar seu primeiro pódio no ano. Difícil comparar a performance nesta corrida com Lance Stroll que, apesar de ter novas peças no seu carro, teve sua classificação prejudicada pela batida de Sebastian Vettel e tomou um toque logo na largada da corrida;

– Sebastian Vettel novamente ficou muito atrás de Charles Leclerc tanto na classificação — após batida aparentemente por erro do piloto — quanto na corrida. O Vettel de hoje em dia parece ser apenas uma sombra do piloto que venceu de Toro Rosso e foi tetracampeão. Espero que a mudança para a Aston Martin em 2021 traga de volta o Vettel de antes da era V6 turbo.

Sebastian Vettel teve outro fim de semana sofrível em 2020 (Foto: AFP)

Daniel Ricciardo voltou a dominar Esteban Ocon que, apesar de boa largada, teve que ceder a posição para o australiano por não conseguir ultrapassar Vettel. Daniel não apenas ultrapassou Vettel como abriu mais de 30s para Ocon ao longo da corrida, apesar de uma punição de acréscimo de 5s por exceder limites da curva 2 ao passar o companheiro de Renault.

E vocês, o que acharam da corrida? Estou na expectativa para o retorno da F1 a Nürburgring, onde Hamilton provavelmente finalmente vai igualar as 91 vitórias de Michael Schumacher.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube