Wehrlein se afasta de rumores e diz não ver motivos para que Hamilton e Rosberg sejam substituídos na Mercedes

Pascal Wehrlein afirmou que tem não como influenciar Mercedes para conseguir uma vaga no time de fábrica. Piloto da Manor avaliou, ainda, que não há razão para que Nico Rosberg e Lewis Hamilton sejam substituídos

Especulado como futuro piloto da Mercedes, Pascal Wehrlein evitou entrar na onda dos rumores e avaliou que não pode interferir na escolha futura do time comandado por Toto Wolff.
 
Campeão do DTM em 2015, Wehrlein faz sua temporada de estreia na F1 com a Manor e já foi apontado como futuro piloto do time de Brackley.
O alemão Pascal Wehrlein testou com a Mercedes em Barcelona (Foto: Getty Images)
Titulares na Mercedes, Lewis Hamilton e Nico Rosberg vivem situações contratuais opostas. O tricampeão tem contrato com o time até 2018, enquanto o germânico ainda não renovou o vínculo que vence no fim do ano. 
 
 
Falando à imprensa em Mônaco nesta quinta-feira (25), Wehrlein avaliou que pode ter uma chance de guiar pela Mercedes, mas reconheceu que tem como influenciar na opção do time.
 
“Pode ter uma oportunidade, mas também, no fim, eu não posso influenciar. Só posso influenciar nisso com a minha performance na pista”, disse. “Eu não penso muito nisso, porque distrai se você pensa muito a respeito de coisas em que não pode interferir”, seguiu.
 
Além disso, Pascal disse entender de onde surgiram os rumores de que ele assumiria uma vaga na Mercedes, mas afirmou que não vê motivos para que Rosberg ou Hamilton sejam substituídos.
 
“Claro, depois da corrida talvez tivessem alguns rumores e aí, depois, eu fiz o teste, então talvez seja por isso que as pessoas falaram disso”, comentou. “Mas, no momento, eles são os melhores pilotos e estão vencendo o campeão, então por que eles deveriam ser substituídos?” questionou.
PADDOCK GP #30 DEBATE INDY, F-E E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube