Tsunoda diz que cometeu “erros inaceitáveis” em GP de acidente e punição em Ímola

Yuki Tsunoda, que fez uma excelente estreia e marcou pontos no GP do Bahrein, sentiu o contraste no GP de Emília-Romanha, em Ímola. O japonês bateu na classificação e foi punido na corrida

Assista aos melhores momentos do GP da Emília-Romanha de F1 (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Depois de marcar pontos no GP do Bahrein, a vida de Yuki Tsunoda não foi fácil no GP de Emília-Romanha, em Ímola. Na classificação, o japonês destruiu a traseira da AlphaTauri no começo do Q1 e largou na última posição. Na corrida, rolou e sofreu uma punição de cinco segundos por violar os limites da pista e um ponto de penalização na sua carta de pilotagem. Por isso, o próprio novato admitiu: os erros foram inaceitáveis.

“Cometer erros dois dias seguidos, isso não é aceitável para mim. Realmente não é aceitável”, disse Tsunoda, questionado pelo RaceFans.net. “Eu aprendi com isso, vou melhorar nas próximas.”

Tsunoda terminou em 12º lugar, enquanto seu companheiro de equipe, Pierre Gasly, marcou pontos ao terminar na sétima posição. Elencando seus principais infortúnios nos treinos e corrida, Yuki não se eximiu da culpa sobre o ocorrido na classificação – para ele, o maior erro no fim de semana.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Yuki Tsunoda teve dificuldades em Ímola (Foto: AFP)

“Para mim, o Q1 foi completamente erro meu”, afirmou o piloto. “Mesmo no Q1, quando vejo o desempenho geral do carro, não tenho que forçar tanto. Não sei o porquê, só forcei demais, não era necessário”, recordou.

Para Tsunoda, agora é o momento de levantar a cabeça, identificar problemas e buscar ajudar a AlphaTauri, a sexta colocada no Mundial de Construtores.

“Foi possível obter pontos desta vez, mas, como eu disse, esta é uma curva de aprendizado. É apenas não fazer isso na próxima vez para ter uma corrida melhor”, finalizou.

A próxima etapa da F1 na temporada 2021 acontece dentro de duas semanas, em 2 de maio. A categoria vai para Portimão, casa do GP de Portugal.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar