Brown tem razão: Norris leva McLaren nas costas e é um dos melhores pilotos do mundo

Zak Brown admitiu que Daniel Ricciardo segue sofrendo com a McLaren e encheu a bola de Lando Norris. No fim das contas, o CEO da equipe tem toda razão: o jovem inglês carrega o time sozinho e, sim, já está entre os grandes nomes da F1

Lando Norris é a McLaren e Lando Norris é um dos melhores pilotos do mundo. As duas afirmações já não são mais exageros há algum tempo, mas têm sido consolidadas semana após semana. Uma porque Daniel Ricciardo segue seu calvário, cada vez mais longe das primeiras colocações. E a outra porque o garoto britânico continua arrancando resultados para lá de consistentes com um carro que não é mais que mediano.

O que se viu na Espanha foi só mais uma prova disso tudo. Ricciardo até superou Lando na classificação, mas voltou a andar – muito – para trás na corrida e terminou brigando com um Pierre Gasly que não teve o carro inteiro em momento algum do fim de semana. Norris, por sua vez, chegou em uma boa oitava colocação, que se transformou em heroica quando o jovem teve o diagnóstico de amigdalite revelado.

O fim de semana todo foi de queixas de Lando. O rapaz não estava se sentindo bem, teve momentos enjoado, cansado, com sintomas de gripe. Mas foi levando, vendo até onde podia chegar. Terminar a corrida já é impactante, mas ter sido tão combativo o tempo todo e anotado pontos é imenso.

LANDO NORRIS; ZAK BROWN; DANIEL RICCIARDO; MCLAREN; PÓDIO; GP DA ITÁLIA;
Zak Brown ama os pilotos da McLaren, mas sabe que precisa falar deles (Foto: McLaren)

E isso acaba impactando diretamente em mais uma análise sobre Ricciardo. Como é que o australiano, em plena forma física, não conseguiu superar um companheiro totalmente debilitado? E, para piorar, largando na frente ainda do colega? Isso tudo fez com que Zak Brown perdesse a cautela em uma entrevista pós-corrida na Catalunha com a emissora britânica Sky Sports.

“Com exceção de Monza e algumas outras corridas, Ricciardo não tem cumprido as expectativas dele e nem as nossas. Penso que tudo que ele pode fazer é continuar trabalhando duro como time, manter a comunicação interna e seguir acelerando, esperando que o que não está encaixando no momento, encaixe o quanto antes”, disparou o dirigente.

E não dá para falar que Zak está errado, né? Na verdade, é até louvável como a McLaren teve paciência com o australiano, ao menos publicamente. É certo que a pressão interna deve ser grande, mas, ao menos com o mundo exterior, os britânicos tiveram muito respeito por Daniel o tempo todo. Como se soubessem que um dia as coisas se ajustariam naturalmente. Talvez não haja mais tempo para isso.

Mas voltemos ao foco do nosso texto. Enquanto o futuro de Ricciardo na McLaren parece não existir, Norris é o homem escolhido para levar o time de volta à glória. E o contrário também vale: Lando escolheu a McLaren para ser o time do que tende a ser a melhor fase de sua carreira. E é por isso que as partes renovaram até 2025: porque a confiança é mútua e irrestrita.

Lando Norris vai dando show com a McLaren desde 2021 (Foto: McLaren)

A verdade é que, mesmo em um ano decepcionante da McLaren, não é também como se Norris tivesse uma carroça nas mãos. É só um carro mais ou menos, acontece. Podia ser pior: uma Williams, uma Haas, uma AlphaTauri, uma Aston Martin. Só que, com esse carro mais ou menos, o inglês vai fazendo muito, tanto que, até agora, é o melhor da ‘F1 B’, em sétimo no Mundial de Pilotos.

O pódio na Emília-Romanha é o ponto alto de uma temporada que, por enquanto, é até subestimada de forma geral. Pouco se ouve falar em Norris mesmo com tanta performance. Pouca gente coloca o inglês entre os melhores do ano. Mas, definitivamente, é o caso.

Responsável por 39 dos 50 pontos da McLaren em 2022, o britânico vive um início de campeonato semelhante ao de 2020, por exemplo. Só que a enorme diferença é que, naquela ocasião, tinha um dos três melhores carros do grid. No máximo quarto. Hoje não dá para cravar isso, não dá para saber se a McLaren é melhor que a Alpine, muito menos que a Alfa Romeo, de Valtteri Bottas. Mas dá para dizer que é muito inferior ao que são Red Bull, Ferrari e Mercedes.

E é aí que entra a segunda parte da fala de Brown pós-GP da Espanha. Mais uma vez, aliás, coberto de razão: Norris não é apenas um dos melhores de 2022, mas um dos melhores pilotos do mundo. Desde o início do ano passado, inclusive.

“Acho que a diferença entre eles diz muito sobre Lando. Quando você olha para a diferença entre Leclerc e Sainz, Verstappen e Pérez… penso que Lando é um dos melhores pilotos do mundo no momento e, quando você vê que a distância entre companheiros de equipe existe, é meio que um elogio para ele”, completou.

Zak Brown tem razão em tudo que disse desta vez. Se há um sinal claro de que Daniel vai precisar de novos ares muito em breve, também há o afago na joia da marca. E Norris merece. O futuro da McLaren também já é muito o presente.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
LEIA TAMBÉM: Norris relata corrida “das mais difíceis da carreira” em Barcelona por amidalite e calor

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar