Alesi é desclassificado no Bahrein por erro em pit-stop. E Raghunathan perde dez posições no grid em Baku

Giuliano Alesi perdeu o 18º lugar conquistado na segunda corrida no Bahrein após a equipe errar no pit-stop e colocar pneus no lado errado. Mahaveer Raghunathan recebeu a bandeira quadriculada duas vezes, e deve largar no fim do grid na primeira corrida em Baku

A F2 anunciou que dois pilotos foram punidos após a segunda corrida no Bahrein, disputada na manhã do último domingo (31). O francês Giuliano Alesi, da Trident, foi desclassificado e perdeu o 18º lugar que tinha conquistado. Já o indiano Mahaveer Raghunathan, da MP, recebeu uma punição de dez posições no grid da primeira corrida do Azerbaijão, que será disputada no próximo dia 27.

Alesi foi desclassificado por conta de um erro no pit-stop. A equipe colocou pneus designados para o lado direito do carro no lado esquerdo, o que representa uma violação do Artigo 24.1 do regulamento da F2. Juan Manuel Correa e Raghunathan foram promovidos para o 18º e 19º lugar, respectivamente.

Mahaveer Raghunathan recebeu a bandeira quadriculada duas vezes (Foto: Fórmula 2)

O motivo da punição de Raghunathan beira o inacreditável. O piloto indiano passou pela bandeira quadriculada duas vezes, e manteve a velocidade de corrida na volta extra, que os pilotos fazem para levar o carro de volta aos boxes. Ele recebeu uma punição de dez posições no grid de largada da primeira corrida no Azerbaijão.

A etapa do domingo da F2 foi vencida pelo italiano Luca Ghiotto, da UNI-Virtuosi. O brasileiro Sérgio Sette Câmara foi o segundo colocado na prova.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube