Da Costa sobrevive ao Grupo 1 e conquista pole-position para eP de Marrakech

O treino de classificação para o eP de Marrakech, na manhã deste sábado (29), terminou com uma boa briga entre três vias na Superpole, mas quem levou a melhor foi o português

Não é sempre que o resultado do primeiro treino livre serve como indicativo da realidade das forças num fim de semana de Fórmula E, mas é o que começa a acontecer em Marrakech. Após terminar a sexta-feira como o mais rápido, António Félix da Costa dominou a Superpole deste sábado (29). Inicialmente, sobreviveu saindo do Grupo 1 e, na luta pela posição de honra, sobrou com relação às voltas iniciais. Recebeu a companhia de uma dupla alemã no fim, mas mesmo assim é ele quem larga na frente no Marrocos. 

Após Da Costa colocar quase 0s5 para quem andara no começo da Superpole, os dois últimos pilotos que tomaram a pista ameaçaram. Primeiro, André Lotterer cravou 1min17s253 – contra 1min17s158 do rival. Perto, mas não o bastante para passar. Maximilian Günther teve a chance de fechar a atividade e ainda cravou 1min17s227. Mais perto ainda, somente 0s069 atrás. Suficiente para largar na primeira fila, enquanto Lotterer sai em terceiro.
 
Se a BMW vem na segunda colocação e a Porsche larga em terceiro, então quem ficou com o quarto posto? A Mercedes, claro. Nyck de Vries foi o responsável. A terceira fila fica entre Edoardo Mortara e Sébastien Buemi. Jérôme D'Ambrosio, Alexander Sims, Oliver Rowland e James Calado fecham o top-10, com o atual bicampeão, Jean-Éric Vergne, logo atrás, na 11ª posição.
 
Lucas Di Grassi conseguiu viver um classificatório melhor que nas últimas etapas, mas ainda assim terá de remar novamente: é o 13º. Felipe Massa, por outro lado, não consegue se entender com a pista marroquina: será o 21º, enquanto o companheiro sai em quinto. 
 
O momento mais importante da classificação, entretanto, foi relacionado a Mitch Evans, líder do campeonato e que havia ponteado o TL2 uma hora antes. Um erro de cálculo da Jaguar mandou o neozelandês para a pista tarde demais. Com isso, não conseguiu abrir volta rápida e vai largar na última posição. 
 
A largada para o eP de Marrakech está marcada para as 11h03 (de Brasília).
António Felix da Costa (Foto: DS Techeetah)

Confira como foi o treino classificatório:

Grupo 1 – Mitch Evans, Alexander Sims, António Félix da Costa, Stoffel Vandoorne, Lucas Di Grassi e Sam Bird
 
O primeiro piloto a sair para a pista no grupo inicial foi o inglês Sims, que até passou bem dentro da realidade, diferente do que costuma acontecer com o desbravador do treino classificatório. Com 1min17s830, ficou mais lento somente que Da Costa, com 1min17s640, que saiu com a dianteira.
 
Di Grassi ainda ficou na casa de 1min17s9, enquanto Vandoorne não foi bem e encerrou no tempo de 1min18s2.
 
Mas a grande notícia ficou mesmo com o líder do campeonato, Evans, que segurou até o último momento para ir à pista e acabou não conseguindo sequer abrir volta rápida. Assim, vai para a corrida sem tempo registrado e no fim do pelotão.
 
Grupo 2 – Oliver Rowland, Maximilian Günther, Edoardo Mortara, André Lotterer, Nyck de Vries e Jean-Éric Vergne
 
Tradicionalmente o grupo que mais forma classificados para a Superpole, o G2 começou com a outra BMW, Günther. E mais uma vez a decisão foi acertada: o alemão pulou para 1min17s562 e saltou para a liderança da sessão. Lotterer também ficou na casa de 1min17s5, enquanto Mortara fez 1min17s6. O trio assumiu as três primeiras colocações.
 
De Vries caminhava numa boa volta lançada, mas a batida com a lateral direita do carro da Mercedes no muro no terceiro setor fez com que o holandês perdesse tempo e ficasse atrás de Da Costa. Rowland também não foi bem e chegou com o sétimo tempo, ligeiramente melhor que Vergne.
Edoardo Mortara (Foto: Venturi)
Grupo 3 – Sébastien Buemi, Pascal Wehrlein, Robin Frijns, James Calado, Daniel Abt e Jérôme D'Ambrosio
 
Após o fiasco com Evans, a Jaguar mandou Calado para a pista rapidamente e direto da volta de instalação para a volta lançada. O resultado, entretanto, não foi muito impressionante: apenas o décimo tempo geral após três grupos. Ainda melhor que o resultado de Wehrlein e Frijns, que impressionaram no TL2, e de Abt, mais lento entre todos os que haviam completado uma volta. Frijns, aliás, deu uma pancada com a lateral do carro na barreira de proteção e teve sorte em conseguir concluir a volta.
 
O único membro do G3 que entrou na briga pela Superpole foi Buemi, que anotou 1min17s779 e pulou para o sexto posto. Restava torcer contra quem vinha da chave derradeira. Logo atrás dele, D'Ambrosio era o sétimo. 
 
Grupo 4 – Felipe Massa, Brendon Hartley, Oliver Turvey, Nico Müller, Neel Jani e Ma Qing Hua
 
Buemi conseguiu garantir a vaga na Superpole pelo simples fato do último grupo não ter sido sequer competitivo. O melhor resultado entre o sexteto final foi o de Hartley, que pulou para o 12º lugar, bem no meio do pelotão. O companheiro de Dragon, Müller, ficou no 17º posto.
 
Os outros quatro se amontoaram, mesmo, nas últimas posições entre aqueles que tiveram voltas lançadas. Turvey foi o 20º, com Jani, Massa e Qing Hua na sequência, até o 23º posto. 
 
Assim, a Superpole ficou com Günther, Lotterer, Mortara, Da Costa, De Vries e Buemi. 

Fórmula E 2020, eP de Marrakech, Treino de Classificação:

1 A.F DA COSTA DS Techeetah   1:17.158  
2 M GÜNTHER BMW   1:17.227 +0.069
3 A LOTTERER Porsche   1:17.253 +0.095
4 N DE VRIES Mercedes   1:17.590 +0.432
5 E MORTARA Venturi Mercedes   1:17.803 +0.645
6 S BUEMI Nissan   1:17.811 +0.770
7 J D'AMBROSIO Mahindra   1:17.798 +0.653
8 A SIMS BMW   1:17.830 +0.640
9 O ROWLAND Nissan   1:17.839 +0.672
10 J CALADO Jaguar   1:17.867 +0.681
11 J.E VERGNE DS Techeetah   1:17.928 +0.709
12 B HARTLEY Dragon Penske   1:17.944 +0.786
13 L DI GRASSI Audi   1:17.958 +0.800
14 R FRIJNS Virgin Audi   1:18.047 +0.889
15 S BIRD Virgin Audi   1:18.064 +0.906
16 P WEHRLEIN Mahindra   1:18.069 +0.911
17 N MÜLLER Dragon Penske   1:18.203 +1.045
18 S VANDOORNE Mercedes   1:18.218 +1.060
19 D ABT Audi   1:18.229 +1.071
20 O TURVEY NIO   1:18.313 +1.155
21 N JANI Porsche   1:18.556 +1.398
22 F MASSA Venturi Mercedes   1:18.675 +1.448
23 M QING HUA NIO   1:19.359 +2.106
24 M EVANS Jaguar      

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube