Di Grassi lamenta punição em dia de batalha com Mercedes no México: “Má notícia”

Após dois bons resultados em Diriyah, Lucas Di Grassi não conseguiu levar a Venturi aos pontos no México após se envolver em incidentes com os dois carros da Mercedes, pilotados por Nyck De Vries e Stoffel Vandoorne

FÓRMULA 1 CANSA DE BRINCAR DE SER ANTIRACISTA E PROTESTOS GENÉRICOS ACABAM

Uma das batalhas mais acirradas do último eP da Cidade do México, pela terceira etapa da Fórmula E em 2022, acabou sendo pouco comentada por não ter sido vista por boa parte das câmeras que transmitiam a corrida. Mas o entrevero entre o brasileiro Lucas Di Grassi, da Venturi, e o belga Stoffel Vandoorne, da Mercedes, gerou consequências diretas para os dois pilotos no resultado final da prova.

Na penúltima volta da disputa, os dois competidores lutavam de maneira frenética para terminar a corrida com o nono lugar, dentro da zona de pontuação, quando se tocaram na curva 13. Como resultado, Vandoorne despencou no grid — mas acabou recuperando algumas posições no final, com os pilotos ao redor ficando sem bateria, e terminou em 11º.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Di Grassi ainda teve um breve conflito com Max Günther na Cidade do México (Foto: Reprodução/Fórmula E)

Di Grassi, por sua vez, levou uma punição de 5s após a corrida e ficou apenas na 12ª posição, resultando bastante aquém do que alcançou em Diriyah — quinto colocado na corrida 1 e terceiro na corrida 2. Foi o segundo momento de tensão do brasileiro contra um carro Mercedes, já que Lucas havia se enroscado com Nyck De Vries algumas voltas antes — em manobra que o piloto da Venturi descreveu como “suja”.

“Enquanto eu estava ultrapassando De Vries, ele se moveu sob frenagem e quebrou minha asa dianteira”, disse Di Grassi ao The Race. “E então, o carro se tornou muito difícil de pilotar. De qualquer maneira, lutamos muito para subir no grid até a oitava posição, ainda com a volta mais rápida da corrida”, ressaltou.

“Mas depois da bandeira quadriculada, eu recebi a má notícia de que tomamos uma punição por um incidente com Vandoorne”, lamentou. “E isso nos colocou em 12º lugar, então sem pontos”, concluiu.

Vandoorne saiu com a sensação de que poderia ser quinto na Cidade do México, mas terminou em 11º lugar (Foto: Mercedes)

+ LEIA MAIS
Porsche enfim vence na Fórmula E e precisa considerar: é mesmo hora de pedir o boné?
Giovinazzi destaca dia “meio positivo, meio negativo” no México e lamenta abandono
Mortara mantém liderança após eP da Cidade do México: Confira classificação da FE 2022

Vandoorne também lamentou bastante a confusão envolvendo Di Grassi, já que o piloto da Mercedes acredita que conseguiria terminar no quinto lugar se não fosse pelo incidente — principalmente levando em consideração o nível de bateria dos carros que seguiam próximos ao belga e precisaram economizar no final.

“Estou muito desapontado, já que estava andando em uma posição de marcar pontos na maior parte da corrida e todos estavam ficando sem energia nas últimas voltas”, disse. “Mas então, me fizeram rodar perto do final, com duas voltas para o fim. É frustrante, porque sem isso, eu teria terminado em quinto. Perdemos muitos pontos hoje”, reclamou Vandoorne.

Agora, a Fórmula E se prepara para sua segunda rodada dupla da temporada 2022 com o eP de Roma, que está marcado para acontecer entre os dias 9 e 10 de abril.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar