Evans relata “choque” com batida e perda de título: “Acabou antes mesmo de começar”

Mitch Evans largava em terceiro e tinha tudo para ser campeão da Fórmula E. Só que o carro morreu no grid, levando a acidente com Edoardo Mortara. Nyck de Vries levou o título

Mitch Evans, com chances grandes de título, não conseguiu largar e foi atingido em cheio por Edoardo Mortara (Vídeo: Fórmula E)

Uma ótima classificação deixou Mitch Evans em terceiro no grid deste domingo (15) em Berlim, em posição muito favorável para ser campeão da Fórmula E. Eis que o carro morreu na largada, levando a um acidente forte com Edoardo Mortara e acabando com as chances de título. A frustração é enorme para o piloto da Jaguar, que nem teve chances de fazer sua parte em Tempelhof.

“Dor emocional talvez, mas estou fisicamente bem”, disse Evans, entrevistado pela TV alemã Sat.1. “A gente não sabe o que aconteceu na largada. Foi alguma tipo de falha que acionou um alarme, o que reseta o carro. Eu lamento pelo Edo [Mortara] porque eu sei que ele não tinha como me ver. Ele também saiu da corrida e da briga [pelo título]”, apontou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Mitch Evans viu o sonho do título virar pesadelo (Foto: Fórmula E)

“Provavelmente ainda não caiu a ficha, é um choque. Acabou antes mesmo de começar. Eu lamento muito pela equipe e por mim mesmo. A gente só precisava de uma corrida limpa e ficaria tudo bem. Claramente não era para ser”, seguiu.

Se Evans terminasse em terceiro, teria pontos de sobra para saltar de quarto para primeiro no Campeonato de Pilotos. É que quase todos os rivais diretos tiveram classificações ruins, ficando para trás no grid de largada.

Com Evans e Mortara batendo, além de um acidente separado de Jake Dennis, o caminho ficou livre para o título de Nyck de Vries. O holandês já liderava o campeonato e focou apenas em terminar em oitavo. A vitória em Berlim ficou com Norman Nato.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar