Sette Câmara brilha e Porsche despenca: positivos e negativos da Fórmula E em Diriyah

O trem de força da Porsche até venceu no eP de Diriyah, mas com a Andretti — e a equipe de fábrica voltou a ver navios. Por outro lado, Sérgio Sette Câmara brilhou na primeira rodada do fim de semana e somou os primeiros pontos da ERT na Fórmula E 2023/24

A segunda etapa da Fórmula E na temporada 2023/24 trouxe a primeira rodada dupla do ano, no eP de Diriyah, e os trens de força Porsche e Jaguar seguiram sua rotina de vitórias: na corrida 1, Jake Dennis levou a melhor com a Andretti, enquanto Nick Cassidy conquistou sua primeira vitória pelos felinos um dia depois. No entanto, os destaques não se resumiram aos vencedores.

As duas poles do fim de semana foram inesperadas, com Jean-Èric Vergne garantindo a posição de honra para a DS Penske na sexta-feira (26) e Oliver Rowland igualando o trabalho no sábado com a Nissan. Os dois sucumbiram à eficiência dos trens de força que dominam a categoria, mas foram ao pódio e saem em alta da Arábia Saudita.

Além disso, pela primeira vez na temporada, o Brasil brilhou. Sérgio Sette Câmara fez uma classificação espetacular com o fraco carro da ERT na sexta e levou a equipe ao quarto posto no grid de largada. Na corrida, fez o possível para se defender e terminou em nono, com dois pontos muito valiosos.

Por outro lado, nem tudo são flores para os trens de força mais fortes da Fórmula E. Em fim de semana terrível da equipe de fábrica da Porsche, António Félix da Costa seguiu seu calvário na categoria, e a Jaguar ainda não viu Mitch Evans subir a um pódio após três corridas. Até chegou perto na primeira prova, mas um erro colocou tudo a perder na última volta.

Cassidy foi o grande vencedor do fim de semana da Fórmula E em Diriyah (Foto: Fórmula E)

Por fim, Sébastien Buemi cometeu um erro fora de seus padrões na classificação de sábado e nem conseguiu largar depois de destruir a dianteira de sua Envision, enquanto Dan Ticktum manteve a forma de 2024: ou abandona, ou chega em último.

A cada fim de semana de corrida, o GRANDE PRÊMIO traz alguns nomes que deixam a etapa em alta e outros que saem de forma negativa. Como tratou-se de uma rodada dupla, são quatro nomes em cada lista. Confira todos os escolhidos após o eP de Diriyah!

👍 POLEGAR PARA CIMA 👍

Nick Cassidy

Três pódios em três corridas disputadas, além de sua primeira vitória pela Jaguar e a liderança do Mundial de Pilotos da Fórmula E. Cassidy começa sua trajetória pela equipe britânica da melhor maneira possível e já se coloca como o favorito ao título mundial da categoria. Em trajetória ascendente desde sua estreia, em 2020/21, Nick mostra que segue com a excelente forma que lhe rendeu quatro vitórias em 2023. Até agora, é ‘o cara’ da Jaguar em 2024.

Sérgio Sette Câmara

Sette Câmara largou em quarto e chegou em nono. Foi tão bom assim? Foi! O carro da ERT não permite que seus pilotos sonhem muito, e o desempenho de Dan Ticktum deixa isso claro. O brasileiro, porém, ignorou os prognósticos e foi avançando na classificação, só parando no pole Vergne. Mais uma vez, Sérgio mostra que tem, sim, ritmo nas voltas lançadas, mas não um conjunto que o permita evidenciar isso constantemente.

Na corrida, já se sabia que o trabalho seria de segurar os concorrentes o máximo possível. Se defendendo bem e sem erros na ativação do modo ataque, Sette Câmara fez o máximo para garantir um top-10 e assegurou dois pontos valiosíssimos para a ERT. Pode parecer pouco, mas a briga é com Mahindra e Abt Cupra, que nem isso conseguiram até agora.

Sette Câmara brilhou em Diriyah (Foto: Fórmula E)

Oliver Rowland

Todo destaque para Rowland, mas que sábado incrível fez a Nissan. Com três dos quatro carros que usam seu trem de força no top-6 — e Sam Bird em quarto no dia anterior —, o motor japonês deu o ar da graça pela primeira vez em 2024. Oliver aproveitou isso ao máximo e fez sua primeira pole desde 2022. Errou na largada, é verdade, e perdeu a liderança logo na primeira curva, mas completou uma prova sem outros equívocos para voltar ao pódio com apenas três corridas desde o retorno à Fórmula E. Segurar Jaguar e Envision era quase impossível, mas o britânico fez o trabalho com muita correção.

Jean-Èric Vergne

A DS Penske foi a segunda equipe que mais pontuou em Diriyah, com 35 tentos, e Vergne foi responsável por 25 deles. Pole e segundo colocado na corrida 1, o francês terminou em oitavo na segunda — mesma posição em que largou — e mostrou que ainda consegue aproximar o carro da Fórmula E de seu máximo nos finais de semana. Uma pena que não tem o conjunto para brigar com Jaguar e Porsche, mas que baita rodada para ele. Estaria na luta pelo título se tivesse mais carro.

Vergne voltou à pole e igualou recorde de Buemi, com 16 (Foto: Fórmula E)

👎 POLEGAR PARA BAIXO 👎

António Félix da Costa

Inexplicável, surreal, catastrófico. Escolha o adjetivo que preferir. Da Costa simplesmente não consegue se encontrar em 2024 e, em Diriyah, atingiu outro patamar. Último colocado no TL2 e no TL3, o português também largou na última colocação na corrida 2, e seu melhor resultado nas duas provas foi o 14º lugar de sexta-feira. Fora de sintonia com o carro Gen3, o piloto precisou encarar um fim de semana horrível da Porsche, é verdade. Mas está — muito — longe de viver um momento aceitável.

Um dos maiores nomes da história da Fórmula E, Da Costa admitiu que não vive uma fase boa na carreira. Chegou a desabafar de maneira forte, dizendo que “a luz no fim do túnel está muito pequena” e que “não sabe quem é“. Precisa, como ele mesmo disse, ser abraçado pela equipe em um momento muito difícil mentalmente. Para alguém que já foi campeão da categoria e até venceu uma corrida no ano passado, a fase do português é realmente difícil de explicar.

Mitch Evans

O desempenho de Evans no fim de semana de Diriyah não foi terrível, e o neozelandês caminhava para um confortável pódio na corrida 1. Um erro na última curva o fez perder o top-3, mas o quinto lugar não foi tão terrível assim — e, como dito na análise da primeira prova, não se deve condenar a ousadia do piloto, até porque Vergne também não deveria ter se movido tão próximo ao ponto de frenagem. No sábado, o décimo lugar realmente foi muito pouco.

No entanto, essa avaliação leva em consideração também a competição interna. E Evans está sendo engolido por Cassidy na Jaguar. Já são 57 pontos contra 21, três pódios contra zero, e Nick venceu a única da equipe em 2024. Mais uma vez, Mitch pode chegar ao fim do campeonato pagando pelo início, como foi em 2022 e 2023. Precisa acordar — e logo. No ano passado, a primeira vitória veio em São Paulo, próxima rodada do campeonato. A ver se a história se repete.

Na última volta do eP de Diriyah 1, Evans arriscou tudo em ultrapassagem e perdeu o pódio (Vídeo: Fórmula E/GRANDE PRÊMIO)

Sébastien Buemi

Depois de uma boa corrida na estreia da Cidade do México, Buemi só se destacou pelo lado negativo em Diriyah. 13º na primeira corrida, apareceu de vez no fim de semana apenas na segunda classificação, quando estampou a barreira de proteção da curva 1 e encerrou a fase de grupos. O pior é que, como mostrou o desempenho de Robin Frijns, a Envision tinha um carro melhor para a segunda prova do que para a primeira. O suíço, porém, nem chegou a saber, pois o time não teve tempo hábil de lidar com os danos e o piloto nem largou. Zerado, caiu de segundo para oitavo no campeonato.

Dan Ticktum

Enquanto Sette Câmara brilhou, Ticktum segue com um desempenho terrível em 2024. O inglês voltou a terminar mais de 1min atrás do líder na corrida 1 de Diriyah, algo que já tinha feito na Cidade do México — detalhe, 30s atrás do penúltimo, o novato Jehan Daruvala. Na segunda prova, foi ofuscado mais uma vez pelo brasileiro na classificação e quebrou o bico na primeira curva. Depois de ir aos boxes e ficar muito para trás, Dan abandonou a disputa. Até agora, não conseguiu sair do último lugar.

Fórmula E retorna agora entre os dias 15 e 16 de março, com o eP de São Paulo, que terá cobertura ‘in loco‘ do GRANDE PRÊMIO. O GP é emissora oficial da Fórmula E no Brasil e transmite todas as atividades de pista AO VIVO e COM IMAGENS no YouTube e no Kwai.

Compre aqui os ingressos do eP de São Paulo 2024 da Fórmula E com o cupom GRANDEPREMIO10.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Assista à corrida completa do eP de Diriyah 2

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Formula E direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.