carregando
Indy

Carpenter nega chance para Alonso na Indy 500: “Não seria bom para ninguém”

Ed Carpenter afirmou que um quarto carro da equipe nas 500 Milhas de Indianápolis não seria bom financeiramente. Piloto e chefe afirmou que não se surpreendeu com decisão da Honda de vetar Fernando Alonso na Andretti

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
As portas para Fernando Alonso em Indianápolis seguem se fechando. Semanas após a Honda vetar a assinatura do espanhol com a Andretti, quem também não vai disponibilizar carro para o bicampeão mundial de F1 é a Carpenter.
 
O time terá três bólidos na Indy 500. Ed Carpenter correrá no carro #20, Rinus VeeKay ocupará o #21 e Conor Daly estará em um monoposto adicional, exclusivo para a prova no Brickyard. Ed revelou que foi consultado sobre a disponibilidade de um quarto carro para Alonso, mas negou a chance.
 
A equipe surgiu como uma opção por ter um histórico forte em ovais e contar com motores Chevrolet.
Fernando Alonso (Foto: Reprodução)
"Uma pessoa veio falar comigo sobre, mas não era Alonso ou alguém que trabalha para ele. Tem sido surpreendentemente calmo. Acho que sabem que estamos em uma posição na qual não podemos colocar mais do que três carros. Somos uma equipe de dois. Se dobrássemos nossa equipe para maio, não seria bom para ninguém", disse Carpenter em entrevista à emissora NBC Sports.
 
Na opinião de Ed, a decisão da Honda em vetar a participação de Alonso na Andretti não foi surpresa, já que a rixa entre o piloto e a montadora se tornou notória após os anos de parceria fracassada na McLaren e o indelicado comentário do espanhol durante o GP do Japão de 2015.
 
"Já aconteceu antes, a diferença é que Fernando está separado da McLaren. Foi bem surpreendente pelo fato de terem ido tão longe até perceberem o quanto a disputa viraria um problema por ter aparecido publicamente", comentou o veterano.
 
A Indy 500 está marcada para acontecer no dia 24 de maio. Alonso disputou a prova em 2017 pela Andretti, mas abandonou com problemas de motor. Em 2019, o espanhol tentou se classificar, mas foi eliminado no Bump Day correndo pela McLaren.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.