Vencedor da Indy 500 2019, Pagenaud busca agressividade e se vê com “ótimas chances”

Apenas 25º no grid de largada, o atual vencedor das 500 Milhas de Indianápolis não desistiu de buscar o segundo triunfo

Simon Pagenaud teve uma classificação complicadíssima para as 500 Milhas de Indianápolis. Mais de 1s5 mais lento que o pole Marco Andretti, o francês ficou apenas com o 25º lugar no grid de largada e vai precisar remar bastante para ter chances de conquistar o segundo anel do IMS. Vencedor da prova no ano passado, o piloto da Penske acredita que pode, sim, repetir a dose, mas admitiu que, para isso, vai precisar de uma postura mais agressiva do que o normal.

A definição do grid foi marcada por um domínio completo da Honda, mas a Chevrolet mostrou nos treinos livres que, em ritmo de corrida, pode ser capaz de acompanhar os carros com motores da fabricante japonesa. Para Simon, as possibilidades de vitória ainda existem, mesmo que em condições totalmente diferentes da pole do ano passado.

“Sinto que tenho ótimas chances. Estou bem confiante com meu carro, fomos um dos raros carros que fizera, ultrapassagens no treino livre. Não é o mesmo cenário do ano passado, mas tudo bem, faz parte. Dominamos em 2019 e agora vamos tentar de outra forma, mas já esperava, ano passado as coisas foram muito perfeitas. Acho que vou precisar ser mais agressivo, não vai dar para ficar esperando ver o que pode acontecer”, disse.

Simon Pagenaud larga em 25º na Indy 500 2020 (Foto: IndyCar)

Pagenaud relembrou os feitos de 2019, acabando com a seca da França na Indy 500. Agora, quer novamente colocar seu nome na lista de vencedores e seguir firme no campeonato.

“Ano passado foi fenomenal, um ano incrível para atingir um sonho de vida que era vencer em Indianápolis. Quebrei um tabu de um século sem vitória francesa, foi imenso. Acho que ajudou também na imagem da Indy na Europa e na minha imagem na Europa. Foi incrível. Depois eu me casei, foi um baita ano, mas não terminei o serviço, tem mais por vir e é sempre assim: pensar no que vem aí”, completou.

Além de tentar a segunda vitória no Brickyard, Pagenaud segue sendo um candidato ao título da Indy em 2020. O francês é o vice-líder do campeonato com 195 pontos anotados.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube