31: Hamilton puxa 1-2 da Mercedes na primeira vez em Sóchi: o GP da Rússia de 2014

Em um dia marcado por súplicas pela recuperação de Jules Bianchi, o britânico igualou as 31 vitórias de Nigel Mansell na F1 ao cruzar a linha de chegada com 13s657 de vantagem para o companheiro de Mercedes

Lewis Hamilton escreveu seu nome na história como vencedor do primeiro GP da Rússia na Fórmula 1. Na estreia do circuito construído em meio ao Parque Olímpico dos Jogos de Inverno, o britânico liderou uma dobradinha da Mercedes para vencer pela nona vez na temporada e selar o título do Mundial de Construtores de 2014, quebrando a sequência de quatro conquistas da Red Bull.

Dono da pole, Hamilton encarou a pressão de Nico Rosberg já nos primeiros metros, mas o alemão errou na dose na tentativa de ultrapassar na curva 2, travou os pneus e saiu da pista. Ainda assim, o filho de Keke manteve a ponta, mas acabou orientado a devolver a posição por causa da vantagem que ganhou ao escapar do traçado e também teve de parar nos boxes ainda a primeira volta.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

A vitória na Rússia deixou Hamilton mais perto do título de 2014 (Foto: Mercede)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Com Rosberg fora da briga após despencar para o fundo do pelotão, Hamilton teve vida tranquila e passeou na Rússia. Reafirmando a superioridade da Mercedes, Lewis venceu pela nona vez no ano, agora com 13s657 de vantagem para o companheiro de equipe, que fez uma bela prova de recuperação. Valtteri Bottas ficou com o terceiro posto.

Jenson Button aparece na quarta colocação, escoltado por Kevin Magnussen, Fernando Alonso, Daniel Ricciardo, Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen. Sergio Pérez completa um top-10 coberto por 1min20s067. Felipe Massa viu a bandeirada do 11º posto, seguido por Nico Hülkenberg, Jean-Éric Vergne, Daniil Kvyat, Esteban Gutiérrez, Adrian Sutil e Romain Grosjean, que recebeu uma punição de 5s por conta de um incidente com o alemão da Sauber. Pastor Maldonado e Marcus Ericsson ficaram com as duas última colocação. Kamui Kobayashi abandonou com problemas nos freios, enquanto Max Chilton ficou pelo caminho com um problema na suspensão da Marussia.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

Lewis Hamilton começou cedo no kart, aos 8 anos (Foto: Reprodução)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube