50: Hamilton vence e se mantém na briga: o GP dos Estados Unidos de 2016

Lewis Hamilton não deu chance alguma a Nico Rosberg nos Estados Unidos. Saindo da pole, conduziu a Mercedes #44 até o triunfo, reduzindo a vantagem do alemão na classificação

33 pontos atrás de Nico Rosberg na classificação, Lewis Hamilton chegou a Austin com a missão de ganhar todas as corridas até o fim do campeonato de 2016 e torcer para tropeços do rival, especialmente após passar por dois momentos traumáticos: o abandono enquanto liderava na Malásia e a largada péssima no Japão, que o fez terminar em terceiro.

Hamilton anotou a pole-position no Circuito das Américas e viu Rosberg com o segundo tempo. Na largada, o inglês pulou muito bem, fechando a porta para o rival, que acabou atrás de Daniel Ricciardo, da Red Bull. Lewis tranquilamente abriu vantagem na liderança, inclusive se beneficiando de estratégias diferentes traçadas pela Mercedes. Enquanto o alemão, em terceiro, parou para colocar pneus médios, o tricampeão ganhou compostos macios e seguiu virando mais rápido, enquanto o rival viu aproximação de Max Verstappen, Kimi Räikkönen e Sebastian Vettel.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

Largada do GP dos Estados Unidos de 2016 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Na volta 31, o safety-car virtual foi acionado após o abandono de Verstappen, com problemas de câmbio. Rosberg era o segundo colocado, já que Ricciardo tinha antecipado o pit-stop. A Mercedes chamou os dois carros aos boxes, soltando Lewis em primeiro e Nico em segundo.

Por mais que tenha cortado boa parte da vantagem, Rosberg não foi páreo para Hamilton, que cruzou a linha de chegada em primeiro pela 50ª vez na carreira, se tornando apenas o terceiro piloto a bater a marca, atrás de Michael Schumacher e Alain Prost. A diferença para Nico foi cortada para 26 pontos.

“Estou satisfeito por conquistar minha 50ª vitória hoje. A espera foi grande, mas o mais importante foi ter um fim de semana sólido. Esta corrida sempre correu muito bem para mim, mas ainda um alívio cruzar em primeiro depois dos problemas de confiabilidade recentes. Fui limpo na largada e sabia que continuaria assim. É um sentimento ótimo após tantos altos e baixos, e consegui controlar a corrida dali. Tem sido ótimo estar de volta a Austin e a resposta dos fãs tem sido incrível. O objetivo é manter a forma no próximo fim de semana, mal espero para continuar a batalha no México”, declarou o piloto do carro #44.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube