72: Hamilton vence em dia de ‘treta’ entre Verstappen e Ocon: o GP do Brasil de 2018

Em Interlagos, Lewis Hamilton enfrentou a concorrência de Max Verstappen, mas o holandês acabou jogando a vitória fora depois de um toque com Esteban Ocon – que rendeu alguns empurrões entre eles. Melhor para o inglês, que subiu ao degrau mais alto do pódio no GP do Brasil

Mesmo na condição de campeão mundial após o GP do México, Lewis Hamilton chegou ao Brasil focado no título do Mundial de Construtores para a Mercedes. Para facilitar a tarefa, a equipe prata manteve o protagonismo habitual, e Hamilton registrou a 10ª pole do ano.

De fato, o britânico e Valtteri Bottas dominaram a primeira fila e as voltas iniciais da prova, mas era a performance de Max Verstappen que se destacava. Apesar de largar em quinto, já havia ultrapassado os dois carros da Ferrari com três giros e, na décima passagem, já deixava Bottas para trás.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

Max Verstappen aplicou empurrões em Esteban Ocon no GP do Brasil de 2018. O holandês ficou irritado após um toque com o francês, que o tirou da liderança da corrida (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Após as paradas, Verstappen ganhou a posição de Hamilton na pista, mas a vitória iminente foi por terra na volta 42. Na tentativa de se livrar do retardatário Esteban Ocon, houve um toque entre ambos – com direito a punição de 10s para o francês e troca de empurrões após a corrida – no S do Senna. O holandês rodou e Hamilton retomou à ponta.

Mesmo assim, Verstappen conseguiu se aproximar e a briga pela vitória reacendeu. A dúvida era se Hamilton resistiria até o fim sem ter de realizar mais uma troca de pneus. O piloto da Red Bull chegou perto nos instantes finais, mas sem sucesso.

Hamilton venceu pela décima vez na temporada, ajudando a Mercedes a faturar pela quinta vez o título entre os Construtores. Max cruzou a linha de chegada em segundo, distante 1s469. O pódio foi completado por Kimi Raikkonen, da Ferrari.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube