Aleix Espargaró assume culpa por agressão em Morbidelli no Catar: “Reação excessiva”

Embora ciente que teve uma atitude errada no tapa em Franco Morbidelli, o espanhol da Aprilla achou exagerada a punição em seis posições no grid para o GP do Catar

Aleix Espargaró assumiu que teve uma “reação excessiva” quando agrediu Franco Morbidelli, mas achou exagerada a dupla punição que rendeu uma multa de de € 10 mil (cerca de R$ 53 mil) e a perda em seis posições no grid de largada para o GP do Catar, que acontece neste domingo (19)

Após um sábado caótico em Lusail, que ainda rendeu uma fratura na tíbia da perna esqueda devido ao acidente com Miguel Oliveira e Enea Bastianini na largada da sprint, o espanhol da Aprilla ratificou que teve um dia para esquecer na MotoGP. “Um dia ruim, aqui estou com a perna para cima. A verdade é que foi um dia para esquecer”, iniciou em uma postagem nas redes sociais.

Relacionadas


O primeiro problema aconteceu no segundo treino livre no Catar, quando Aleix se irritou com Morbidelli e deu tapa na cabeça do rival. Os comissários viram o ato como “prejudicial aos interesses do esporte” e puniram o piloto da moto #41.

Com a perna esquerda enfaixada após o acidente na primeira volta da sprint, Espargaró assumiu a culpa pela agressão no segundo treino livre, mas discordou da decisão da Federação Internacional de Motobilismo (FIM).

Aleix Espargaró se irritou e deu um tapa na cabeça de Morbidelli (Vídeo: Reprodução/DAZN)

“No incidente com Morbidelli, obviamente, tive uma reação muito ruim. Ele [Morbidelli] estava andando pela pista, quase bati duas vezes por ir no meio da pista. Depois, ele não me deixou voltar à pista, e perdi a paciência, obviamente, com uma reação totalmente excessiva”, prosseguiu.

“E é por isso que recebi uma punição. Do meu ponto de vista, é demais, mas eu aceito porque a não é uma imagem positiva”, completou Aleix.

Sobre o acidente com Oliveira e Bastianini ainda na largarda, Espargaró definiu como uma situação comum de corrida, mas lamentou a lesão que colocou em dúvida a sua participação no GP do Catar.

Jorge Martín foi atrapalhado por Aleix Espargaró no início do treino (Vídeo: MotoGP)

“Tivemos um bom fim de semana, mas começar lá atrás sempre pode causar problemas. Oliveira me acertou muito forte na Curva 6, e eu fui lançado. Eu tenho uma fissura na minha tíbia que agora dói muito. São coisas que podem acontecer”, disse.

“A situação em geral me deixa mal e é uma pena. Vou tentar dormir hoje e ver como acordo amanhã, mas será difícil porque dói muito, mas amanhã veremos como eu acordo”, concluiu Espargaró.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A largada do GP do Catar de MotoGP, no circuito de Lusail, acontece neste domingo, às 14h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade.

Bagnaia e Martín evitam polêmicas em RIVALIDADE SILENCIOSA na decisão da MotoGP | GP às 10
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.