Após novos testes físicos, Marc Márquez é liberado para disputar GP de Portugal

Marc Márquez vai mesmo correr em Portimão. O hexacampeão da MotoGP passou por novos exames e está apto para voltar a competir oficialmente depois de nove meses ausente do grid

Depois de perder as duas primeiras etapas do ano, Marc Márquez foi declarado em condições físicas de correr e está oficialmente liberado para correr o GP de Portugal, neste fim de semana, em Portimão.

Nesta quinta-feira (15), o hexacampeão da MotoGP foi aprovado nos exames feitos no local da prova e vai competir pela primeira vez desde 19 de julho do ano passado, quando sofreu uma queda no GP da Espanha e fraturou o úmero direito.

“Tendo passado em seus exames médicos, Marc Márquez está oficialmente confirmado para o GP de Portugal”, escreveu a Honda em seu perfil oficial no Twitter.

Marc Márquez finalmente tem data definida para voltar à MotoGP (Foto: Repsol)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Após a fratura, há nove meses, Márquez tentou voltar a correr ainda em 2020, mas precisou passar por mais duas cirurgias e ainda sofreu uma infecção no local, retardando a recuperação. Sua volta era esperada para a abertura do campeonato, no Catar, mas optou por não participar após ouvir conselhos médicos.

Na última semana, Márquez já tinha passado por liberações médicas e, em comunicado, a Honda declarou que ele poderia voltar à competição. O espanhol comemorou em uma rede social, dizendo estar feliz após “momentos de incertezas e altos e baixos”.

Ausente do campeonato nos últimos meses, o espanhol ainda afirmou que gostaria de ter feito a etapa do Catar, mas que “entende o corpo” e respeitou os conselhos médicos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar