Aprilia apoia Iannone após suspensão, mas avisa: “Precisamos olhar para o futuro”

Massimo Rivola, diretor executivo do time, disse não ter se arrependido de ter ficado ao lado do italiano, mas chegou a hora de começar a traçar os planos para as próximas temporadas

A Aprilia segue mostrando todo o apoio a Andrea Iannone em seu caso de doping. Massimo Rivola, diretor-executivo da equipe, negou qualquer arrependimento de ter ficado ao lado do italiano, mas reconheceu que chegou a hora de pensar no futuro.

A novela do competidor de Vasto chegou ao fim na última terça-feira. Após o julgamento realizado em outubro, o Tribunal Arbitral do Esporte o considerou culpado e aplicou suspensão de quatro anos de competições.

Andrea alegou que havia ingerido a drostanolona após comer uma carne contaminada na Ásia. Entretanto, o Painel afirmou que a defesa não soube precisar qual o tipo da carne ou sua origem e, portanto, recusou o apelo. Foram dois casos julgados: FIM (Federação Internacional de Motovelocidade) X Iannone e WADA (Agência Mundial Antidoping) X FIM e Iannone.

Andrea Iannone, MotoGP 2020, Aprilia
A Aprilia sempre reiterou o apoio a Iannone (Foto: Aprilia)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Julgamentos devem ser observados e aceitos, mesmo se muitos dos elementos da decisão causem perplexidade, mesmo de um ponto de vista puramente científico. Não nos arrependemos de ficar ao lado de Andrea e, do contrário, continuamos a apoiá-lo”, disse Rivola.

“Essa questão se alongou por tanto tempo e prejudicou profundamente a Aprilia, nossas estratégias para as próximas temporadas. Agora precisamos olhar para o futuro e é nosso papel encontrar rapidamente uma solução que encaixe com o projeto que começamos com Andrea e nos permita continuar a crescer, o que está aqui e claramente está evidente”, concluiu.

Após a sentença, Aleix Espargaró foi o primeiro a se pronunciar. Companheiro de Andrea em 2019, o espanhol mostrou apoio ao amigo e afirmou ter sido uma suspensão desproporcional, se dizendo muito triste.

Iannone também foi a suas redes sociais para comentar a punição recebida. O italiano afirmou que teve seu coração arrancado e que foi vítima de injustiça, reforçando mais uma vez sua inocência no caso.

LEIA TAMBÉM
Gancho de 4 anos coloca ponto final na carreira de talentoso e polêmico Iannone
Com Yamaha instável, destino de Quartararo é perder disputa pelo título da MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube