Aprilia reitera confiança, mas diz que situação de Iannone “criou um grande problema”

Chefe da Aprilia, Romano Albesiano insistiu que a meta da equipe é confirmar Andrea Iannone para o futuro. O #29 está suspenso por 18 meses pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo) por doping, mas aguarda julgamento do caso no Tribunal Arbitral do Esporte

Chefe da Aprilia, Romano Albesiano admitiu que Andrea Iannone criou um “grande problema” com a suspensão de 18 meses por doping. Ainda assim, o dirigente afirmou que confia na inocência do italiano e reforçou que a meta da casa de Noale é manter o #29.

Em novembro do ano passado, Iannone testou positivo para uma “substância não especificada nos termos da seção 1.1.a) esteroides androgênicos anabólicos exógenos (AAS)” em um exame feito no fim de semana do GP da Malásia de MotoGP. A defesa pediu a contraprova, que confirmou o doping do italiano.

Julgamento de Iannone no TAS ainda não tem data marcada (Foto: Aprilia)
Paddockast #67 | Barrichello melhor que Schumacher?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

No exame de urina, foi detectado o esteroide anabolizante injetável drostanolona, que é muito comum no fisiculturismo por ser eficaz no crescimento muscular.

Desde o início, a defesa alega que a droga entrou no sistema de Iannone por meio do consumo de carne animal durante os dias em que passou na Ásia, entre os GPs da Tailândia e da Malásia. Além dele, outros oito pilotos foram testados em Sepang ― Romano Fenati, Ai Ogura, Marcos Ramírez, Remy Gardner, Joe Roberts, Xavi Vierge, Jorge Lorenzo e Marc Márquez ―, todos com resultado negativo.

A FIM, então, aplicou uma suspensão de 18 meses, o que levou Iannone ao Tribunal Arbitral do Esporte para tentar reverter a condenação. A Agência Mundial Antidoping, entretanto, também recorreu e quer um gancho de até quatro anos.

Mesmo sem saber qual será o destino de Iannone e sequer ter uma data para a resolução do caso, a Aprilia segue firme no propósito de contar com o italiano ao lado de Aleix Espargaró, que já teve o contrato renovado por mais dois anos.

“Infelizmente, a situação de Iannone criou um grande problema para nós: trabalhamos anos para construir uma formação de pilotos fortes como temos no momento, mas agora estamos nessa situação louca”, disse Albesiano em entrevista ao canal La mesa redonda, no YouTube. “Estamos a decisão do TAS e confiamos em Andrea, cremos nele”, insistiu.

“Nosso plano é confirmá-lo para o futuro. Este é o nosso objetivo”, frisou. “Espero que possamos fazer isso. Claro, estamos correndo riscos seguindo este plano, mas é o nosso plano”, completou.

Por enquanto, a Aprilia confirmou Bradley Smith como substitutos apenas nas duas primeiras corridas da temporada, os GPs da Espanha e de Andaluzia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube