Coach inesperada: esposa de Crutchlow ajuda Miller a se reencontrar na MotoGP

Piloto da Ducati revelou que recebeu uma ligação inesperada de Lucy Crutchlow durante o fim de semana em Jerez de la Frontera. O australiano admitiu que tinha perdido a confiança em si mesmo depois de um início de temporada difícil na MotoGP

Jack Miller celebrou a vitória com os integrantes da Ducati (Vídeo: MotoGP)

Os Crutchlow tiveram um papel decisivo na vitória de Jack Miller no GP da Espanha de MotoGP. O piloto da Ducati revelou que uma ligação inesperada de Lucy, esposa de Cal, o ajudou a se reencontrar depois de um início de temporada difícil em 2021.

Miller foi o destaque na pré-temporada, mas ficou abaixo das expectativas nas primeiras corridas do ano. Depois de dois nonos nos GPs do Catar e de Doha, o australiano abandonou a corrida de Portimão, mas deu a volta por cima ao aproveitar o revés de Fabio Quartararo na Espanha para vencer pela segunda vez na carreira ― a primeira com a Desmosedici da Ducati.

Jack Miller venceu pela primeira vez com a Ducati (Foto: Michelin)

LEIA MAIS
⇝ Sorte sorri para Miller, que apazigua críticos e sai protagonista do GP do Espanha
⇝ Falta de segurança irrita pilotos e coloca futuro da MotoGP em Jerez em xeque
⇝ Red Bull Rookies Cup: a categoria de base de ouro do Mundial de Motovelocidade
⇝ Pol Espargaró escancara frustração após quatro GPs e se mostra perdido na Honda
⇝ Ducati consegue raro desempenho em Jerez e se permite sonhar com título em 2021
⇝ Lado a lado: as vitórias de Jack Miller na classe rainha do Mundial de Motovelocidade

Ao receber a bandeirada em Jerez de la Frontera à frente de Francesco Bagnaia, Jack arrancou lágrimas de quem assistia pela TV.

“Foi uma montanha russa de emoções. Na curva 1, estava totalmente incrédulo. Na curva 2, comecei a chorar. Na cinco, só gritei. Não podia acreditar”, relatou o piloto em entrevista à publicação alemã Speedweek. “Você basicamente tenta a vida inteira e quando finalmente acontece, aquela coisa que você tem na cabeça 90% do tempo, quando você se exercita, quando sonha, até quando você vai para a cama… Quando você finalmente chega lá, é como uma montanha russa. Você diz a si mesmo que não pode ser verdade, pois não foi real muitas vezes antes. Isso te domina. Lamento se fiz alguém chorar. Também lamento que tenha aparecido na TV como alguém sensível. Eu tentei, mas não consegui segurar”, comentou.

Miller contou que já tinha até disparado alguns currículos e que tinha perdido a fé em si mesmo.

“Essas semanas, certamente, não foram fáceis. Eu estava irritado, frustrado, não confiava em mim mesmo. Já tinha enviado meu currículo para algumas empresas de construção na Austrália”, relatou. “Agora parece um pouco melhor. É só que, neste jogo, as pessoas esquecem muito rápido. Eu tento fazer o meu trabalho e fazer o melhor que posso. No fim das contas, estou feliz com isso”, frisou.

A ajuda, porém, veio de um lado inesperado. Amigo de Cal Crutchlow desde que os dois foram companheiros de LCR, Miller relatou o papel fundamental da esposa do hoje piloto de testes da Yamaha.

“Tenho de dizer uma coisa: agora tenho uma nova life coach. Costumava ser a minha mãe, mas ela não é muito boa nisso”, brincou. “Lucy Crutchlow me ligou, simples assim, de forma bem inesperada durante o fim de semana. E ela me disse: ‘Você é bom para caramba, você consegue!’. Foi bem agressivo. Ela também me mandou uma mensagem no domingo de manhã. Então obrigado a ela! É bom ouvir coisas assim. Às vezes, a gente precisa. No fim, somos todos humanos e todos temos dúvidas”, declarou.

O australiano, porém, contou que Cal teria uma abordagem diferente. “Ele vai dizer que me ensinou tudo que eu sei. Que eu não estaria aqui sem ele. Vocês conhecem o Cal!”.

“Lucy e Cal sempre estiveram lá para mim e, se estou aqui agora, é também graças a eles. Mas Cal não é tão legal quanto a esposa dele”, completou.

Cal teve um papel importante na carreira de Jack, já que ajudou a moldar um perfil mais profissional do australiano.

A MotoGP volta à ação no dia 16 de maio, com o GP da França, quinta etapa do calendário. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar