Bagnaia corrige falha de 2022 e fecha primeira parte da temporada no topo da MotoGP

Francesco Bagnaia não tem deixado passar oportunidades e esteve no pódio em 75% das provas de 2023. Ainda que tenha tido falhas, a consistência é um erro corrigido em relação ao ano passado

Francesco Bagnaia vai para as férias da MotoGP com uma confortável vantagem na liderança do Mundial de Pilotos. Defendendo o título, o italiano até cometeu alguns erros aqui e ali, mas é inegável que a regularidade é uma marca do #1 na temporada 2023.

Em oito etapas, a classe rainha do Mundial de Motovelocidade disputou um total de 16 corridas — oito sprint e oito GPs —, e Pecco esteve no pódio em 12 delas, o que representa um aproveitamento de 75%. Em comparação, nas primeiras oito etapas do ano passado, foram só dois pódios — ambos por vitória —, o que resulta em um aproveitamento de só 25%.

Francesco Bagnaia venceu pela quarta vez na temporada 2023 (Foto: VR46)

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Até agora, a maior parte da pontuação de Bagnaia veio das provas longas (61,85% dos pontos), mas ele está dentro do top-3 dos pilotos que mais aproveitaram as sprint no contexto da pontuação global de cada competidor.

Dos 194 pontos que o colocam na liderança do Mundial de Pilotos, 38,1% vieram das sprint. Apenas Brad Binder (41,2%) e Marc Márquez (100%) tiraram melhor proveito das corridas de sábado do que o italiano.

Outro ponto que diverge do ano passado é o número de etapas sem pontuar: três em 2023 e duas em 2022. No entanto, o número maior de zeros é bem neutralizado pelo restante da campanha.

A vitória em Assen mostrou Pecco virando o jogo para cima de Marco Bezzecchi. O titular da VR46 dominou o fim de semana até a corrida sprint, mas não foi páreo para o #1, que conseguiu um melhor acerto para a Desmosedici no warm-up deste domingo (25). E olha que as condições não foram nada favoráveis, já que o calor era bastante forte: 30°C no ambiente e 47°C na pista.

“Foi lindo, [mas] que corrida dura”, disse Bagnaia. “Foi lenta por causa das condições e dos pneus, mas dura”, insistiu.

“Melhoramos muito nesta manhã, fizemos uma mudança importante. Percebemos que, em certas situações, esta moto precisa de um acerto diferente em comparação com a do ano passado. Mudamos bastante e me senti imediatamente a vontade”, explicou.

Na visão de Pecco, a corrida teve condições extremas por causa da temperatura, que teve relação com o elevado número de quedas. Apenas 14 pilotos completaram a disputa, enquanto Iker Lecuona e Miguel Oliveira abandonaram por quebras.

“As condições eram críticas na corrida para os pneus. No warm-up, tudo foi perfeito, mas estava muito calor na parte da tarde e nós patinávamos muito”, relatou. “Ninguém esperava tanto calor, principalmente a Michelin, que nos deu um pneu um pouco mais macio na frente. Nós estávamos no limite com os pneus. Todos sofreram com aderência e ritmo era bastante lento”, ponderou.

Indo para as férias de verão, Bagnaia celebrou a regularidade que mostrou aqui e destacou que levou um pouco de tempo para entender a dinâmica com as sprints.

“Estou sempre no pódio. No início do ano, precisávamos entender a sprint, mas agora damos 100% da primeira até a última volta”, falou. “Às vezes, essas coisas acontecem, mas, às vezes, não. Prefiro a corrida longa, é mais uma questão de gerir e controlar, está mais na minha zona de conforto. Na outra, nós corremos muito risco. Melhoramos em termos de consistência e temos de continuar assim”, encerrou.

A MotoGP agora entra em férias e volta à ativa apenas entre os dias 4 e 6 de agosto para o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2023.

Por que Marc Márquez cai tanto na MotoGP?
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.