Bagnaia diz que erros custaram pódio no GP de Doha: “Tenho de aprender”

Piloto da Ducati avaliou que cometeu erros que não são aceitáveis quando se é titular de uma equipe de fábrica da MotoGP

Assista aos melhores momentos do GP de Doha de MotoGP (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Francesco Bagnaia afirmou que cometeu erros que lhe custaram o pódio no GP de Doha. O companheiro de Jack Miller avaliou que tinha até mesmo a chance de brigar pela vitória na corrida de domingo (7) em Losail.

Sexto no grid da segunda corrida da temporada 2021 da MotoGP, Pecco não fez uma boa saída e acabou despencando para 12º ainda na primeira volta. Bagnaia conseguiu se recuperar e entrou na briga pelo pódio com Johann Zarco e Jorge Martín, mas um novo erro, desta vez na curva 1, o deixou na sexta colocação, 2s642 atrás de Fabio Quartararo, o vencedor.

Francesco Bagnaia avaliou que erros custaram o pódio em Doha (Foto: Divulgação/MotoGP)

LEIA TAMBÉM
⇝ Série à la ‘Drive to Survive’ é impulso necessário para expansão da MotoGP
⇝ WEB STORIE – Pedro Acosta: a nova pérola do Mundial de Motovelocidade
⇝ Zarco acerta ao confiar na Ducati e dá volta por cima após saída tumultuada da KTM
⇝ Miller sucumbe à pressão e derrete favoritismo em rodada dupla da MotoGP no Catar

“Tenho de aprender. Na equipe de fábrica, esse tipo de erro é inaceitável”, avaliou. “Sem isso, estaria lutando pelas posições da ponta. Não tive mais dificuldades do que a Pramac, mas o resultado não está na mesma linha da minha pilotagem”, seguiu.

Pecco explicou que teve problemas na larga, inclusive com o dispositivo de largada da Desmosedici.

“Só tive mais dificuldade, pois estava começando em sexto. Meu dispositivo de largada também não funcionou bem, já que não consegui acioná-lo”, relatou. “Aí comecei a me recuperar e meu ritmo era realmente forte. Consegui um grande ritmo e recuperei muitas posições. A confiança que tinha com a moto me fez errar na curva 1”, resumiu.

Ainda, o italiano de 24 anos comentou que tinha ritmo para vencer quando estava atrás de Johann Zarco, mas acabou errando após ser ultrapassado por Fabio Quartararo.

“Comecei a pensar que era possível vencer a corrida quando estava atrás de Zarco. Eu estava controlando e tentando deixar o pneu traseiro respirar”, relatou. “Era importante deixar o pneu respirar para chegar ao fim da corrida. Mas aí o Fabio me passou. Eu estava em um túnel de vácuo atrás de Zarco e, quando freei, foi impossível parar. Foram erros grandes que, com certeza, não posso repetir. Esses erros me custaram o pódio”, alegou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar