Mir traça objetivo para conseguir bi da MotoGP: “Vencer duas ou três corridas”

Joan Mir ainda está na briga pelo título da MotoGP em 2021, mas não conseguiu vencer nesta temporada. Com 44 pontos de desvantagem para Fabio Quartararo, o espanhol sabe o que precisa fazer na busca pelo bicampeonato

Assim como em 2020, Joan Mir não consegue vencer na MotoGP. No ano passado, quando conquistou o título da categoria, a primeira e única vitória chegou apenas na reta final da temporada. Agora, na busca pelo bicampeonato, vê a situação mais complicada, apesar de alguns pódios conquistados.

Atualmente, Mir é o terceiro colocado no certame, com 134 pontos, mas ainda está 44 atrás do líder Fabio Quartararo. Depois de dois bons resultados na rodada dupla na Áustria, o espanhol da Suzuki acredita que precisa de um passo a mais na busca por mais um título: outras vitórias no currículo.

“Acho que preciso vencer duas ou três corridas para conseguir o título. Agora, estão se aproximando melhores corridas para nós, mais favoráveis e acho vamos ter oportunidades em algumas provas”, disse Mir.

Joan Mir segue na disputa pelo título em 2021 (Foto: Suzuki)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Mas o importante, de novo, é ficar sobre a moto, como nessa corrida [na Áustria] e continuar melhorando porque a moto com certeza pode vencer corridas. Vai ser o fundamental. Acho que precisamos de, no mínimo, duas corridas para levar o título. Ficaria surpreso se não precisássemos”, completou.

O espanhol ainda comentou sobre a decisão de parar nos boxes no fim da etapa austríaca, quando a chuva apertou. Mir brigava pela vitória, trocou de moto e não conseguiu recuperar as posições a tempo, terminando no quarto lugar.

“Honestamente, na minha cabeça eu pensei em seguir na pista porque faltavam apenas três voltas para o fim e eu estaria na briga pela vitória neste cenário. Por outro lado, estava no meio do pelotão e vi meus rivais diretos entrando no pit-lane, então foi a decisão mais fácil. Apenas segui os outros e foi isso”, afirmou o piloto da Suzuki.

MotoGP volta a acelerar no próximo dia 29 de agosto, com o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

LEIA TAMBÉM
Aos 42, Rossi decide por aposentadoria e encerra história na MotoGP em 2021
Maior da história ou não, Rossi teve impacto transformador e popularizou MotoGP
Ídolo, referência e lenda: mundo do esporte a motor reage à aposentadoria de Rossi
Obrigada, Vale
Fim triste mostra que relação entre Viñales e Yamaha deveria ter acabado antes
Binder arrisca na chuva e encerra jejum de um ano com vitória corajosa na Áustria

Imagem onboard relata como Maverick Viñales tentou danificar o motor da Yamaha no fim do GP da Estíria (Vídeo: MotoGP)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar