Martín segura Binder e Bagnaia para vencer emocionante GP da Tailândia da MotoGP

Jorge Martín deu aula de defesa, e também de ataque, para desbancar Francesco Bagnaia e Brad Binder na Tailândia, chegando ainda mais perto do italiano na briga pelo título

O GP da Tailândia da MotoGP foi uma aula de como encantar espectadores, com emoções do início ao fim. Em uma intensa e longa batalha de 26 voltas, Jorge Martín segurou os ataques de Brad Binder e Francesco Bagnaia para vencer em Buriram e embolar ainda mais a briga pelo título.

No final, porém, Binder foi punido por exceder os limites de pista e caiu para terceiro. Com isso, Bagnaia subiu para a segunda colocação e minimizou os danos em relação a Martín no campeonato, mantendo 13 pontos de vantagem na liderança.

Relacionadas


Marco Bezzecchi foi o quarto colocado, com Aleix Espargaró em quinto. Fabio Quartararo, Marc Márquez, Luca Marini, Fabio Di Giannantonio e Johann Zarco fecharam o top-10 em Buriram.

MotoGP volta a acelerar ainda no final de semana do dia 12 de novembro, com o GP da Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade.

Jorge Martín e Brad Binder travaram intenso duelo (Foto: Gold & Goose/ Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Confira como foi o GP da Tailândia da MotoGP:

O calor esteve novamente presente em Buriram neste domingo, assim como as nuvens carregadas e ameaça de chuva. Os termômetros marcavam 31ºC no ar e 41ºC na pista, além de 60% de umidade relativa e velocidade de ventos na casa de 7 km/h.

Quase todo o grid optou pela combinação de pneu médio na dianteira e duro na traseira. As exceções foram Álex Márquez com médios nas duas e Pol Espargaró que foi apenas com compostos duros.

A largada viu Jorge Martín mantendo a liderança depois de segurar Luca Marini, mas Aleix Espargaró foi melhor e subiu para segundo. Pecco Bagnaia também foi bem e ganhou dois postos, indo para quarto.

A largada da MotoGP na Tailândia (Vídeo: MotoGP)

Bagnaia, porém, perdeu posições para Brad Binder e Álex Márquez ainda na primeira volta, retornando ao sexto lugar da largada.

Na segunda volta, Aleix tentou passar Martín no final da reta oposta, mas optou por segurar. Bagnaia passou Álex Márquez e subiu para quinto, mas depois perdeu o posto curvas depois.

Sem conseguir abrir grande vantagem no início, com apenas 0s3 na frente, Martín criou um trem de pilotos na frente. Binder foi ao ataque na terceira volta e passou Marini para entrar nas posições de pódio.

Na volta 4, Marc Márquez foi para o ataque e passou Bagnaia, inclusive com direito a toque. Na frente, Binder assumiu o segundo lugar.

Duelo emocionante entre Marc Márquez e Pecco Bagnaia na Tailândia (Vídeo: MotoGP)

O quinto giro viu Binder partir para o ataque contra Martín, mas ainda se ensaiar um ataque. Enquanto isso, Bagnaia empurrando Marc Márquez para fora da pista e retomou o sexto lugar.

Com pneus médios, Álex Márquez foi para o ataque e ultrapassou Marini, assumindo o terceiro lugar no final da quinta volta.

Precisando se recuperar na prova, Bagnaia seguiu atacando. Na sétima volta, o italiano mergulhou por dentro e passou Aleix Espargaró, tomando a quinta colocação em Buriram.

Com problemas técnicos na moto, Miguel Oliveira foi para os boxes e acabou como primeiro abandono na Tailândia.

Na oitava volta, Binder se aproximou de Martín. Com a melhor volta, Bagnaia tentou uma manobra contra Marini, mas levou uma fechada de porta na reta principal do circuito de Chang.

Duelo pela liderança entre Brad Binder e Martín (Vídeo: MotoGP)

Mostrando agressividade, Bagnaia ganhou mais uma posição no início da volta 10, ao mergulhar por dentro na reta oposta e ultrapassar Marini. Na frente, Martín conseguiu abrir 0s2 para Binder.

Com um desempenho no setor intermediário, mais sinuoso, Binder não conseguia chegar em Martín nas retas para ultrapassar. Quem fazia boa prova, em recuperação, era Marco Bezzecchi, que subiu para o sexto lugar.

Na volta 13, uma queda importante. Álex Márquez, que ocupava a terceira posição, perdeu o controle da moto, caiu e abandonou. Apesar do susto, o espanhol levantou-se sozinho e saiu caminhando. Com isso, Bagnaia subiu para terceiro.

A briga pela vitória acabou se fechando nos três primeiros. Martín tentava abrir para Binder, enquanto Bagnaia se aproximava mais da dupla que liderava a prova. Enquanto isso, Marini, o quarto, já ficava a mais de um segundo de distância.

Binder assume a liderança em Buriram (Vídeo: MotoGP)

Com 10 voltas para o fim, Bagnaia perdeu o contato com os rivais, enquanto Binder passou a atacar Martín de forma definitiva na briga pela vitória, inclusive ameaçando manobras nos finais das retas do circuito de Buriram.

A briga entre as motos da VR46 animou também o final de prova. Após várias trocas de posições, Bezzecchi passou Marini na curva 3 e tomou o quarto lugar, a 2s4 de Bagnaia.

A 7 voltas para o fim, Binder jogou por dentro e passou Martín, mas de maneira breve. O espanhol tracionou melhor e retomou o posto na curva seguinte. Foi o primeiro grande aviso, mas que também ajudou Bagnaia a se aproximar.

No giro 21, Binder passou novamente no final da reta oposta, mas Martín fez uma boa defesa e rapidamente reassumiu a liderança da corrida em Buriram.

Faltou pouco para Bagnaia assumir a ponta em manobra dupla (Vídeo: MotoGP)

A 5 voltas para o fim, Binder surpreendeu Martín e mergulhou para tomar a liderança, dessa vez segurando a ponta. Bagnaia tentou o ataque também, mas o espanhol fechou a porta.

Nos momentos finais, Binder chegou a abrir 0s3 de vantagem para Martín, mas sofria com o espanhol ainda muito perto, assim como Bagnaia na terceira posição.

A 2 voltas para o fim, Maverick Viñales foi mais um piloto a retornar para os boxes e abandonar na Tailândia.

No penúltimo giro, Martín decidiu atacar. No final da reta oposta, o piloto da Pramac mergulhou por dentro, forçou a passagem e retomou a liderança.

O final da penúltima volta ainda viu Bagnaia jogar por fora e tentar passar os dois rivais, mas foi fechado por Martín, que novamente jogou duro.

A última volta foi de tentativas frustradas, porém. Martín segurou a dupla rival e venceu na Tailândia. Binder foi punido por exceder os limites de pista e caiu para terceiro, com Bagnaia subindo para o segundo lugar.

Vitória de Jorge Martín no GP da Tailândia (Vídeo: MotoGP)

MotoGP 2023, GP da Tailândia, Buriram, Corrida (com punição à Aleix Espargaró):

1J MARTÍNPramac Ducati26 voltas 
2F BAGNAIADucati+ 0.253 
3B BINDERKTM+ 0.114P
4M BEZZECCHIVR46+ 2.005 
5F QUARTARAROYamaha+ 4.550 
6M MÁRQUEZHonda+ 5.362 
7L MARINIVR46+ 6.778 
8A ESPARGARÓAprilia+ 7.303+ 3s
9F DI GIANNANTONIOGresini Ducati+ 7.569 
10J ZARCOPramac Ducati+ 9.377 
11F MORBIDELLIYamaha+ 11.168 
12J MIRHonda+ 11.990 
13E BASTIANINIDucati+ 12.323 
14T NAKAGAMILCR Honda+ 14.537 
15R FERNÁNDEZRNF Aprilia+ 15.093 
16J MILLERKTM+ 17.640 
17A FERNÁNDEZGasGas+ 21.307 
18P ESPARGARÓGasGas+ 21.435 
19M VIÑALESApriliaAbandonou 
20Á MÁRQUEZGresini DucatiAbandonou 
21M OLIVEIRARNF ApriliaAbandonou 
🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.